Tamanho do texto

De volta ao clube carioca, Paulo Angioni e Isaias Tinoco foram apresentados nesta sexta como novos gerentes de futebol. Angioni trabalhará com o profissional e Tinoco cuidará da base

O Vasco  começou sua reformulação fora de campo e nesta sexta-feira apresentou seus dois homens fortes para o futebol a partir da próxima temporada. Paulo Angioni e Isaias Tinoco voltam ao clube para serem o elo entre elenco e diretoria. Enquanto Angioni vai trabalhar com o profissional, Tinoco ficará encarregado com a base cruzmaltina.

Leia mais sobre o Vasco no iG Esporte

O vice-presidente de futebol do Vasco, José Luiz Moreira (centro), apresenta  o gerente de futebol Paulo Angioni (dir) e Isaias Tinoco (esq)
Marcelo Sadio/vasco.com.br
O vice-presidente de futebol do Vasco, José Luiz Moreira (centro), apresenta o gerente de futebol Paulo Angioni (dir) e Isaias Tinoco (esq)


Na entrevista coletiva, Angioni afirmou que vai conversar com Joel Santana sobre seu futuro dentro do clube. No entanto, é praticamente certo a saída do treinador. O dirigente explicou que os cruzmaltinos não terão problema em contratar bons nomes, mesmo em crise financeira.

"Ainda vamos conversar com o Joel Santana. Teremos uma reunião no início da semana que vem para decidir o que vamos fazer em relação a isso. Há treinadores de boa qualidade perfeitamente adequados à realidade financeira do Vasco. Não teremos dificuldade em ter um treinador de bom nível e que representem bem a tradição e grandeza do clube se for o caso de buscarmos no mercado", disse.

Apegado à tradição, Eurico ameaça que Vasco deixará de atuar no Maracanã

Os dirigentes já tiveram passagens longas pelo Vasco e falam da relação com o clube. Paulo Angioni, que estava no Fluminense, prevê muito trabalho para colocar os cruzmaltinos no rumo dos títulos. Ele revelou que pretende permanecer em São Januário até o fim da carreira: "Estou muito feliz e renovado para desenvolver um trabalho que seja de bastante sucesso. O presente é um desafio, mas é um desafio agradável, até porque essa reconstrução é uma coisa que me estimula. Sempre tive como meta encerrar a carreira no Vasco", declarou.

Com pouco dinheiro, Vasco terá de usar criatividade para montar elenco

Isaias Tinoco destacou que esperava o retorno ao Vasco e exaltou poder trabalhar com as categorias de base, que afirmou estar "doente". O dirigente ressaltou que pretende criar um vínculo entre atletas e clube: "A volta ao Vasco foi um sonho que pretendia há muito tempo. A base nos clubes está doente e ela precisa de um tratamento de choque. Vamos reabrir a fábrica de craques. O jogador precisa conhecer cada centímetro de São Januário e voltar a ser identificado com o Vasco. Esse é o grande desafio", comentou.

Os dirigentes revelaram que em janeiro, o Vasco vai realizar dois amistosos em Manaus, contra Flamengo e São Paulo. As datas ainda não foram divulgadas, mas será após o dia 21.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.