Tamanho do texto

"Vai ajudar, e como vai ajudar. É uma ajuda considerável para o balanço", admitiu o diretor financeiro Osvaldo Viera de Abreu

O vice-campeonato brasileiro, assegurado no último domingo pelo empate com o Figueirense, não dará ao São Paulo apenas uma vaga direta na fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores. A diretoria comemora também a premiação de quase R$ 6 milhões advinda da posição conquistada na competição.

São Paulo terá pedreira na fase de grupos da Libertadores. Veja grupos

A quantia bruta (paga pela emissora que detém os direitos de transmissão dos jogos e não pela Confederação Brasileira de Futebol) destinada ao segundo colocado é de cerca de R$ 6.200, dos quais são recolhidos 5% pelo INSS. De qualquer forma, o montante líquido de R$ 5.890 será muito bem-vindo pelo clube diante das dificuldades financeiras pelas quais atravessa.

Atlético-PR tem ingresso mais caro do Brasil, em média. Veja ranking

"Vai ajudar, e como vai ajudar. É uma ajuda considerável para o balanço", admitiu o diretor financeiro Osvaldo Viera de Abreu, sem confirmar, no entanto, se ainda assim o balanço apresentará déficit, como previsto por ele próprio, meses atrás. "Eu não sei ainda. Isso eu só saberei mesmo no momento do fechamento".

Há três semanas, o presidente do clube classificou a situação financeira como delicada, em especial pelas dívidas bancárias de R$ 134 milhões, porém garantiu que o São Paulo está em dia com suas obrigações, em função da venda de dois jogadores no meio do ano e "de um contrato maravilhoso" que assinou. "Houve um adiantamento, mas a cláusula de confidencialidade não me permite revelar", falou Carlos Miguel Aidar à ESPN Brasil.

O contrato pode ter a ver com uma nova fornecedora de material esportivo. Ao longo da última temporada, clube e Penalty tiveram uma série de conflitos, o mais recente deles referente a uma falha de comunicação a respeito do futuro profissional de Rogério Ceni. O acordo com a empresa até o final de 2015 poderá ser rompido e substituído pela americana Under Armour, que quer entrar de vez no mercado brasileiro e curiosamente já calça o goleiro.

Apesar das dificuldades, o São Paulo busca reforços para 2015. O técnico Muricy Ramalho quer ao menos um meia para repor a saída de Kaká, um defensor e um atacante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.