Tamanho do texto

Ainda sem previsão de alta, ídolo do futebol brasileiro está com infecção urinária e acompanhado de perto pelos médicos

Com infecção urinária, Pelé foi transferido nesta quinta-feira para uma unidade de cuidados especiais no Hospital Albert Einstein. A mudança é para que os médicos possam monitorar mais de perto o ex-jogador, que apresenta estabilidade clínica. Até a última quarta-feira, ele estava recebendo medicação diretamente na veia. Ainda não há previsão de alta.

Pelé está internado na capital paulista
Luiz Claudio Barbosa/Futura Press
Pelé está internado na capital paulista

Entenda na Enciclopédia da Saúde : Infecção do trato urinário – adultos

De acordo com especialistas, a infecção ocorre por causa de germes, em geral bactérias, que entram pela uretra e chegam até a bexiga. Entre os sintomas está a cólica no baixo abdome (em geral, no centro) ou nas costas, dores estas apresentadas pelo ídolo do Santos e seleção brasileira.

Campeão mundial com a seleção brasileira em 1958, 1962 e 1970, Pelé foi internado no mesmo hospital em 12 de novembro com dores abdominais, passou por um procedimento cirúrgico para a retirada de cálculos e recebeu alta no dia 15.

O ex-jogador de 74 anos, eleito Atleta do Século 20, se recuperou recentemente de uma cirurgia no quadril e é apontado como maior jogador de futebol da história. Atuou pelo Santos, New York Cosmos e pela seleção brasileira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.