Tamanho do texto

"Contávamos com recursos entrando no clube, mas não entraram. Mas conseguimos encontrar uma fórmula", disse o gerente de futebol Edu Gaspar

Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians
SERGIO BARZAGHI / Gazeta Press
Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians

Uma reunião entre o departamento de futebol e o departamento financeiro realizada na última quinta-feira definiu as operações necessárias para que seja pago o valor devido aos jogadores do Corinthians . A expectativa do clube é acabar com as pendências até a virada do ano.

Leia mais:  Corinthians é absolvido em caso Petros e provoca rivais do Sul

"Não vou negar que tenha premiação pendente", disse o gerente de futebol Edu. "Contávamos com recursos entrando no clube, mas não entraram. Mas conseguimos encontrar uma fórmula para terminar 2014 e entrar em 2015 com tudo quitado. Já passei isso aos atletas, expliquei como seria feito."

Veja também:  Mano admite já pensar no planejamento corintiano para 2015

Além da grana referente às conquistas da temporada passada, há também direitos de imagem a ser pagos. Segundo Edu, os salários registrados em carteira estão em dia. "Se houve atraso, foi algo muito inexpressivo, coisa de alguns dias. As coisas estão bem organizadas", afirmou.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

O dirigente negou a informação de que o Corinthians esteja em débito com Alexandre Pato, emprestado ao São Paulo. A agremiação do Parque São Jorge ainda é responsável pelo pagamento de R$ 400 mil mensais, metade do salário recebido pelo atacante tricolor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.