Tamanho do texto

Jogando em São Luís do Maranhão, time de Santa Catarina apenas empatou em 1 a 1 e jogará a Série B em 2015

Lanterna do Campeonato Brasileiro, o Criciúma decretou seu rebaixamento para a Série B neste domingo, ao empatar por 1 a 1 com o Flamengo, em São Luís. Com o resultado, os catarinense chegaram a 30 pontos e não podem mais sair da zona da degola faltando duas rodadas para o fim da competição. Já os rubro-negros, com 50, já estão em ritmo de férias, pensando na próxima temporada.

Flamengo e Criciúma apenas empataram em 1 a 1
Fernando Ribeiro/Futura Press
Flamengo e Criciúma apenas empataram em 1 a 1

Confira a tabela completa da Série A do Campeonato Brasileiro

No primeiro tempo, os cariocas foram melhores e foram para o intervalo com a vantagem no placar após gol de Elton, seu primeiro com a camisa rubro-negra. Já no segundo tempo, o Criciúma melhorou e conseguiu o empate com Cleber Santana.

Na próxima rodada, o Flamengo vai receber o Vitória, que briga contra a degola, no sábado, na Arena da Amazônia. No mesmo dia, o Criciúma apenas cumpre tabela contra o Sport.

O jogo -Empurrado pela torcida presente no Castelão, o Flamengo começou melhor a partida e criou a primeira boa chance logo aos três minutos. Canteros arriscou de longe e obrigou Edson a fazer a defesa em dois tempos. Os rubro-negros seguiram em cima do Criciúma e quase abriram o placar aos seis. Após cobrança de escanteio, Cáceres tentou finalizar, mas foi bloqueado pela defesa catarinense.

O Criciúma só criou sua primeira boa chance aos 13 minutos. Em cobrança de falta, Cleber Santana obrigou Paulo Victor a fazer grande defesa. No entanto, depois disso, as duas equipes diminuíram o ritmo. Com isso, o duelo ficou concentrado entre as intermediárias, sem qualquer oportunidade de gol.

Somente aos 37 minutos, o Flamengo conseguiu criar boa chance e abriu o placar aos 37 minutos. Canteros recebeu na área, demorou para finalizar, mas tocou para Elton, que chutou sem chance para Edson.

Nos minutos finais, os rubro-negros pressionaram o Criciúma e quase aumentaram a vantagem aos 43 minutos. A zaga catarinense rebateu errado e bola sobrou Everton. Só que o meia chutou para fora. Assim, os cariocas foram para o intervalo a frente no placar em São Luís.

Na etapa final, o Criciúma voltou disposto a empatar e quase conseguiu aos três minutos. Em cobrança de falta, Cleber Santana assustou Paulo Victor, mas a bola passou a esquerda do gol. A resposta do Flamengo só veio aos dez. Anderson Pico tabelou com Elton e chutou com perigo ao gol de Edson.

O lance animou os rubro-negros, que equilibraram a partida, mas tinham mais espaço para avançar. Tanto que, aos 15 minutos, os flamenguistas quase marcaram o segundo. Everton recebeu passe, mas chutou a esquerda do gol. Só que a resposta do Criciúma veio em grande estilo, aos 20. Roger fez grande jogada individual e tocou para Cleber Santana. O meia acertou chute forte, sem chance para Paulo Victor.

Após o revés, o Flamengo voltou a dominar a partida e passou a buscar o gol com mais intensidade. No entanto, a melhor chance veio somente aos 31 minutos, em cobrança de falta de Chicão que parou no goleiro Edson. Só que o Criciúma respondeu em seguida. Primeiro, Roger finalizou para grande defesa de Paulo Victor. Depois, o goleiro rubro-negro salvou a equipe carioca em cabeçada de Lucca.

Nos minutos finais, o Criciúma foi para cima tentando adiar o rebaixamento, mas viu Paulo Victor salvar o Flamengo. Os rubro-negros ainda desperdiçaram alguns contra-ataques e tiveram que sair de campo com a igualdade.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 1 X 1 CRICIÚMA-SC

Local : Estádio Castelão, em São Luís (MA)
Data: 23 de novembro de 2014 (domingo)
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (Fifa-AL)
Assistentes: Fábio Pereira (Fifa-TO) e Sergio Campelo Gomes (MA)
Cartões amarelos : Wallace (Flamengo); Fabio Ferreira, Giovanni, Lucca e Barreto (Criciúma)
GOLS: FLAMENGO: Elton, aos 37min do primeiro tempo; CRICIÚMA: Cleber Santana, aos 20min do segundo tempo

FLAMENGO : Paulo Victor, Leonardo Moura, Chicão, Wallace e Anderson Pico (João Paulo); Víctor Cáceres, Márcio Araújo, Héctor Canteros (Lucas Mugni) e Everton; Gabriel (Elton) e Nixon
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CRICIÚMA: Edson, Rafael Pereira, Iago Maidana, Fábio Ferreira e Giovanni; João Vitor, Barreto (Maicon Silva), Cleber Santana (Andrew) e Dodi; Lucca e Bruno Lopes (Roger)
Técnico: Luizinho Vieira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.