Tamanho do texto

Com gols de Ricardo Gourlart e Everton Ribeiro, líder do Brasileirão venceu por 2 a 1, fora de casa

O Cruzeiro está a uma vitória do bicampeonato brasileiro. Nesta quinta-feira, o time mineiro obteve uma expressiva vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, em Porto Alegre. O placar foi construído de virada: Riveros abriu o placar para os gaúchos, mas Ricardo Goulart e Éverton Ribeiro marcaram os gols da grande vitória na Arena, que deixa a equipe a uma vitoria da conquista.

Wallace faz a marcação em Ricardo Goulart na partida entre Grêmio e Cruzeiro
Lucas Uebel/Getty Images
Wallace faz a marcação em Ricardo Goulart na partida entre Grêmio e Cruzeiro

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

Mais uma vez, o Grêmio tomou conta das ações no primeiro tempo. Dominou o Cruzeiro na etapa inicial, chegando ao seu gol rápido, logo aos 12 minutos, e sem correr grandes riscos de sofrer o empate. A postura do time mineiro foi outra no segundo tempo: pressionando o Tricolor, a Raposa chegou ao empate. Depois, no contra-ataque, soube matar o jogo, resultado que lhe deixa muito perto do título.

Justiça obriga Cruzeiro a vender ingressos por R$ 500 a torcida do Atlético-MG

O Cruzeiro agora depende de uma vitória simples sobre o Goiás para ser campeão brasileiro neste domingo, sem depender do resultado do São Paulo diante do Santos. A equipe mineira foi a 73 pontos. O Grêmio, com 60, cai para o 6º lugar e se complica na disputa por uma vaga para a próxima Libertadores.

O Tricolor Gaúcho volta a campo para uma verdadeira decisão diante do Corinthians, domingo, em São Paulo. Já os mineiros podem obter o bicampeonato brasileiro, dependendo dos resultados paralelos, neste domingo, quando receberão o Goiás, no Mineirão.

O jogo – O Grêmio começou pressionando muito o Cruzeiro, que entrou com uma proposta de jogar recuado em Porto Alegre. Porém, logo cedo, a equipe mineira já se viu obrigada a correr atrás do resultado: aos 12 minutos, Riveros aproveitou rebote na entrada da área cruzeirense e bateu forte, no canto, sem chances para Fábio: 1 a 0. O Tricolor quase ampliou aos 15, em falta levantada por Luan que Barcos por pouco não alcançou.

A equipe de Marcelo Oliveira tentou adotar uma postura mais agressiva, mas não conseguia concluir. O Grêmio, por sua vez, acertou a trave aos 26: Luan levantou mais uma falta na área, e desta vez foi Barcos quem desviou. A cabeçada venceu Fábio e acertou o poste esquerdo do Cruzeiro. Aos 28, o Pirata ganhou no pé de ferro de Mayke e deixou Ramiro livre, mas Fábio pegou o arremate cruzado.

Jogadores do Cruzeiro festejam o gol de Everton Ribeiro, que sacramentou a vitória sobre o Grêmio
Edu Andrade/Fatopress/Gazeta Press
Jogadores do Cruzeiro festejam o gol de Everton Ribeiro, que sacramentou a vitória sobre o Grêmio

Além de ser pressionado pelos gaúchos, a Raposa teve de realizar duas substituições por lesão: Ceará e Marquinhos deixaram o jogo ainda no primeiro tempo, para as entradas de Mayke e Willian. O primeiro chute a gol do líder do Brasileirão só ocorreu aos 32 minutos de jogo, com Júlio Baptista, de fora da área, mas Marcelo Grohe pegou firme. Melhor em campo, o Tricolor quase fez o segundo aos 38: Dudu roubou bola no campo de ataque, arrancou e deixou Luan livre, mas a zaga cortou na hora do arremate.

A postura cruzeirense foi diferente na volta do intervalo. Em cinco minutos, foram duas chegadas perigosas pelo lado esquerdo, uma com Samudio, outra com Willian, com arremates cruzados que saíram com grande perigo. Aos 12, Bruno Rodrigo desviou de cabeça e encontrou Ricardo Goulart sozinho por trás da zaga. Sem ângulo, ele bateu desequilibrado, por cima do gol. Aos 17, Everton Ribeiro apanhou um rebote de primeira na risca da área quase acertou o ângulo.

A pressão deu resultado aos 19: após escanteio, Willian chutou, a bola explodiu na defesa e Ricardo Goulart pegou a sobra para estufar as redes. O Grêmio foi para cima: aos 25, Dudu fez grande jogada, Bruno Rodrigo cortou errado e Barcos soltou a bomba na pequena área, mas Fábio fez milagre. Aos 30, a virada mineira: em um rápido contra-ataque após escanteio gremista, Éverton Ribeiro entrou livre após passe de Mayke e fez 2 a 1.

O segundo gol do Cruzeiro foi um golpe duro no Grêmio. Felipão tentou dar mais ofensividade ao time com Giuliano e Alán Ruiz. O argentino bateu uma falta por cima aos 38, na última boa chance da equipe gaúcha na partida.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 x 2 CRUZEIRO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 20 de novembro de 2014, quinta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Furlan (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho van Gasse (ambos Fifa-SP)
Renda : R$ 1.441.011,00
Público: 43.012 (40.497 pagantes)
Cartões amarelos: Zé Roberto, Riveros e Pará (Grêmio); Mayke, Samudio e Willian Farias (Cruzeiro)
GOLS: GRÊMIO: Riveros, aos 12 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Ricardo Goulart, aos 19, e Éverton Ribeiro, aos 30 minutos do segundo tempo

GRÊMIO : Marcelo Grohe; Pará, Geromel, Rhodolfo e Zé Roberto; Walace, Riveros (Alán Ruiz), Ramiro, Luan (Giuliano) e Dudu; Barcos (Lucas Coelho)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Mayke), Léo, Bruno Rodrigo e Samudio (Egídio); Nílton, Willian Farias, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart; Marquinhos (Willian) e Júlio Baptista
Técnico: Marcelo Oliveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.