Tamanho do texto

Com a goleada por 4 a 1, time de Chapecó deixou a zona de rebaixamento e complicou a vida dos cariocas, que agora estão a quatro pontos do Atlético-MG, o último do grupo dos quatro

O Fluminense perdeu a chance de permanecer colado no G4 ao ser goleado por 4 a 1 pela Chapecoense, nesta quinta-feira, no Maracanã. Com o resultado, os tricolores permaneceram com 57 pontos e vão terminar a rodada na sétima posição. Já os catarinenses foram para 39 e saíram da zona de rebaixamento faltando três rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro.

Bruno Silva (centro) comemora gol da Chapecoense sobre o Fluminense, no Maracanã
Buda Mendes/Getty Images
Bruno Silva (centro) comemora gol da Chapecoense sobre o Fluminense, no Maracanã

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

Após um primeiro tempo com poucas chances de gol, a Chapecoense aproveitou os espaços deixados pelo Fluminense para fazer o resultado no Maracanã. Logo com um minuto, Bruno Silva abriu o placar para os visitantes. Depois foi a vez de Camilo, Leandro e, novamente, Bruno Silva marcarem e garantirem os três pontos para os catarinenses. Os donos da casa fizeram o de honra em gol contra de Rafael Lima.

O jogo - A partida começou movimentada, com o Fluminense criando a primeira chance de gol logo aos três minutos. Rafael Sóbis tocou para Fred, que chutou cruzado dentro da área, mas viu Danilo fazer grande defesa e colocar para escanteio. A Chapecoense não se intimidou e respondeu no lance seguinte. Camilo é lançado na área, só que o meia chutou mal, para fora.

Os tricolores voltaram a chegar com perigo aos quatro minutos. Chiquinho recebeu passe na área e chutou cruzado, mas em cima de Danilo. Depois disso, as duas equipes melhoraram a marcação e o duelo ficou mais centralizado entre as intermediárias.

Somente aos 26 minutos, os donos da casa criaram nova oportunidade. Conca cobrou falta rapidamente para Rafael Sóbis. O atacante divide com o goleiro Danilo, mas consegue tocar para Jean. No entanto, o lateral tentou encontrar Fred e viu a zaga espantar o perigo. A resposta da Chapecoense veio sete minutos depois. Fabiano recebe passe e chuta para boa defesa de Diego Cavalieri.

Na parte final do primeiro tempo, o Fluminense buscou uma pressão, mas tinha dificuldade na criação de boas jogadas. A Chapecoense era eficiente na marcação e nos contra-ataque, obrigando os zagueiros cariocas a trabalhar constantemente. Assim, o duelo foi sem gols para o intervalo.

Danilo, goleiro da Chapecoense, evita o gol de Cícero para o Fluminense
Buda Mendes/Getty Images
Danilo, goleiro da Chapecoense, evita o gol de Cícero para o Fluminense

No segundo tempo, a Chapecoense surpreendeu logo com um minuto e abriu o placar no Maracanã. Tiago Luis cruzou, a zaga tricolor não conseguiu afastar o perigo e Bruno Silva apareceu para chutar sem chance para Diego Cavalieri.

O revés fez o Fluminense ir com tudo para cima da Chapecoense em busca do empate. Os tricolores quase chegaram a igualdade aos cinco minutos. Após cruzamento de Chiquinho, Fred cabeceou cruzado, mas Danilo fez grande defesa para salvar os catarinenses.

Os cariocas tinham mais posse de bola, mas insistiam nos cruzamentos por conta da boa marcação da Chapecoense. Os visitantes avançavam nos contra-ataques e chegaram ao segundo gol aos 20 minutos. Leandro cruzou e Camilo apareceu para finalizar para a rede.

O revés foi sentido pelos tricolores, que viram a Chapecoense crescer e chegar ao terceiro gol aos 25 minutos. Fabiano cruzou para Leandro, que finalizou para a rede. Diego Cavalieri chegou a tocar na bola.

Com o placar dilatado, a torcida do Fluminense começou a deixar o estádio. Os que ficaram, hostilizaram muito o técnico Cristóvão Borges. Dentro de campo, os cariocas ainda buscavam o gol, mas sem qualquer organização. A Chapecoense, com o controle total do jogo, seguia tendo espaço para os contra-ataques. Tanto que os visitantes chegaram ao quarto gol aos 39 minutos. Tiago Luís faz boa jogada e toca para Bruno Silva chutar para fazer seu segundo na partida.

o Fluminense conseguiu marcar o gol de honra aos 41 minutos. Após cruzamento da esquerda, o zagueiro Rafael Lima tentou cortar e acabou colocando para a própria rede. Nos minutos finais, a Chapecoense apenas administrou o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 4 CHAPECOENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de novembro de 2014 (quinta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro : Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Guilherme Mattis, Carlinhos e Valencia (Fluminense); Douglas Grolli (Chapecoense)
GOLS:
FLUMINENSE: Rafael Lima (contra), aos 41min do segundo tempo
CHAPECOENSE : Bruno Silva, a 1 e 39min do segundo tempo; Camilo, aos 20min do segundo tempo; Leandro, aos 25min do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Jean, Guilherme Mattis, Marlon e Chiquinho (Carlinhos); Valencia, Edson, Cícero (Walter) e Conca; Rafael Sobis (Kenedy) e Fred
Técnico: Cristóvão Borges

CHAPECOENSE: Danilo; Fabiano, Rafael Lima, Douglas Grolli e Rodrigo Biro (Edinei); Wanderson, Bruno Silva, Diones e Camilo (Abuda); Tiago Luis (Nenén) e Leandro.
Técnico: Celso Rodrigues

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.