Tamanho do texto

Corinthians abriu o placar com Malcom, viu Kieza empatar no segundo tempo, mas contou com seu veterano para vencer

O jogo se encaminhava para um empate ruim para todos na Fonte Nova. O Corinthians ia se desgarrando da faixa de classificação à Copa Libertadores, e o Bahia via a segunda divisão mais perto. Aí, Danilo entrou e teve participação decisiva na vitória alvinegra por 2 a 1.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro 

O passe preciso do meia para o cabeceio de Renato Augusto não colocou a formação do Parque São Jorge entre os quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, mas a deixou com os mesmos 60 pontos do terceiro lugar. O time baiano, vice-lanterna com 31, pode começar a pensar na Série B.

Danilo deu o passe para o gol de Renato Augusto no fim do jogo na Fonte Nova
Felipe Oliveira/Getty Images
Danilo deu o passe para o gol de Renato Augusto no fim do jogo na Fonte Nova

Em um primeiro tempo no qual sofreu com as cobranças de falta e escanteio de Galhardo, o Corinthians abriu o placar em uma ótima reposição de bola de Cássio aproveitado pelo garoto Malcom. Na etapa final, Galhardo cansou e deu lugar a Barbio, que cruzou para Kieza empatar.

Como o empate não interessava a ninguém, o confronto se tornou mais aberto. Danilo soube aproveitar os espaços e construiu bela jogada para Renato Augusto definir o placar aos 38 minutos. Foi ele também o principal responsável por manter a bola em pés alvinegros até o apito final.

Ligação direta resolve
O primeiro tempo se apresentou com dificuldades do Corinthians para superar a marcação do Bahia, que se fechava com três volantes. O plano dos tricolores era buscar escanteios e faltas laterais para as ótimas batidas executadas por Galhardo, aposta de Charles.

Logo aos quatro minutos, uma dessas cobranças foi desviada por Kieza e balançou a rede de Cássio, mas o lance foi bem anulado por impedimento. Do outro lado, se Bruno Henrique chegava bem de trás, Petros e Renato Augusto falhavam na articulação das jogadas.

A situação se resolveu na ligação direta. Após uma das faltas batidas por Galhardo, Cássio ficou com a bola e acertou uma rara reposição de bola, aos 24 minutos. Malcom partiu de trás da linha do meio-campo e só precisou de um toque de cabeça para ajeitar a bola. Ele bateu forte, no canto esquerdo, para abrir o placar.

O Corinthians conseguiu se estabelecer no campo de ataque por alguns instantes, antes de uma pressão do Bahia nos minutos que antecederam o intervalo. Galhardo chegou a acertar o travessão em escanteio da esquerda, e Cássio fez ótima defesa em chute de Bruno Paulista de fora da área.

Veja imagens da rodada deste final de semana do Campeonato Brasileiro


Kieza empata; Danilo resolve
Preocupado com um cartão amarelo de Fábio Santos, que reclamou agressivamente da advertência, Mano Menezes o substituiu por Uendel no intervalo. O Corinthians tentou controlar um pouco mais a bola, em busca do espaço para matar a partida na Fonte Nova.

Sem ver grandes ações ofensivas, Charles começou a mandar seu time ao ataque. Entraram Henrique e Rômulo. Galhardo deu um chute perigoso antes de, desgastado, dar lugar a William Barbio. Em seu primeiro lance, aos 24 minutos da etapa final, Barbio cruzou rasteiro. Kieza se antecipou a Felipe e empatou.

O jogo ficou mais aberto. Rômulo assustou de um lado, Renato Augusto esteve perto de completar cruzamento de Uendel do outro. Danilo e Gustavo Tocantins foram as opções de Mano na busca pelos pontos que deixariam o time alvinegro em contato com a faixa de classificação à Copa Libertadores.

Na hora em que o Corinthians precisou, novamente apareceu Danilo. O meio-campista entrou muito bem pela esquerda e por ali construiu a jogada do gol da vitória. Aos 38, ele cortou a marcação na esquerda e colocou a bola na cabeça de Renato Augusto. A finalização foi ótima, e os visitante souberam controlar as ações até o fim.

FICHA TÉCNICA - BAHIA 1 x 2 CORINTHIANS

Local: Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 16 de novembro de 2014, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Fahel e Railan (Bahia); Fábio Santos e Petros (Corinthians)
Gols:
Bahia: Kieza, aos 24 minutos do segundo tempo
Corinthians: Malcom, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Renato Augusto, aos 38 minutos do segundo tempo

BAHIA: Marcelo Lomba; Railan, Lucas Fonseca, Titi e Pará (Henrique); Fahel, Rafael Miranda (Rômulo), Bruno Paulista, Galhardo (William Barbio) e Guilherme Santos; Kieza
Técnico: Charles Fabian

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos (Uendel); Ralf, Bruno Henrique, Petros (Danilo) e Renato Augusto; Malcom e Luciano (Gustavo Tocantins)
Técnico: Mano Menezes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.