Tamanho do texto

Atacante da Juventus não era chamado desde a Copa América de 2011 e terá oportunidade contra Croácia e Portugal

Tevez e Messi estiveram juntos nos Mundiais de 2006 e 2010 e na Copa América de 2011
Chris McGrath/Getty Images
Tevez e Messi estiveram juntos nos Mundiais de 2006 e 2010 e na Copa América de 2011

Carlos Tevez vive grande momento na Juventus e se apresentou ao técnico Gerardo Martino nesta segunda-feira, na Inglaterra, para os amistosos da Argentina contra a Croácia, no dia 12, em Londres, e contra Portugal, no dia 18, em Manchester.

No encontro com a imprensa, o argentino negou as informações sobre um relacionamento ruim com o craque Lionel Messi, rechaçando que esse teria sido o motivo para o longo período longe da seleção nacional.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Italiano

"Não tem nada. Infelizmente, os jornalistas precisam de algo para vender. Qualquer um quer jogar ao lado do número um, isso me fez querer voltar à seleção. Eu sempre disse que o Messi é o melhor jogador do mundo", disse Tevez. Durante o ciclo argentino até a última Copa do Mundo, jornais argentinos justificaram a ausência de Tevez das listas de Alejandro Sabella com uma possível desavença entre ele e o jogador do Barcelona.

A grande fase na Juventus foi fundamental para que Martino voltasse a incluir Tevez na lista de convocados. O argentino foi eleito o melhor jogador do futebol italiano na temporada 2013/2014 e é o artilheiro da atual edição do Campeoanato Italiano com oito gols em 10 jogos. Neste domingo, balançou as redes duas vezes na goleada maiúscula sobre o Parma, por 7 a 0. 

"Estar na seleção é um prêmio. Nessa altura da minha carreira, é assim que vejo a convocação. Quando não estava no grupo, percebia como ficar de fora me fazia falta. Mas não sou idiota e sabia que não deveria estar na seleção, eu não vinha merecendo", avaliou Carlitos, que havia atuado pela Argentina pela última vez no dia 16 de julho de 2011, ainda na Copa América.

Na ocasião, ele desperdiçou uma cobrança de pênalti na derrota diante do Uruguai, nas quartas de final, e acabou sendo deixado de lado por Alejandro Sabella. O amistoso contra a Croácia acontece nesta quarta, dia 12, às 17h45 (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.