Tamanho do texto

Atacante só enfrentou o Santos porque Tribunal diminuiu punição, e mesmo assim o clube não se deu por satisfeito

Paolo Guerrero só pôde enfrentar o Santos no domingo , em Itaquera, porque o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) reduziu uma inesperada suspensão de três para duas partidas. A decisão não foi suficiente para conformar o Corinthians . Após vencer o clássico com gol do centroavante peruano, o clube usou o seu Twitter para fazer uma provocação.

Leia mais: Clube alemão tenta contratar Petros por empréstimo, a partir de janeiro

"Do jeito que a coisa anda, capaz de o Guerrero ser indiciado pelo STJD por maltratar os adversários na Arena Corinthians", publicou o Corinthians, nesta segunda-feira, dia em que dedicou bastante espaço nas redes sociais para o peruano. Os torcedores também puderam assistir a vídeos com o ídolo afirmando que "o time jogou pra c..." (repetindo a famosa declaração dada no Mundial de Clubes de 2012) e fingindo atirar com os dedos nas dependências do estádio de Itaquera (como gosta de fazer para comemorar os seus gols).

Veja também: Guerrero projeta “cinco finais”, mas não consegue liberação do Peru

Guerrero comemora gol da vitória do Corinthians contra o Santos: graças ao STJD
Fernando Dantas/Gazeta Press
Guerrero comemora gol da vitória do Corinthians contra o Santos: graças ao STJD

Guerrero não defendeu o Corinthians nas três rodadas anteriores no Campeonato Brasileiro. Desfalque no triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória por suspensão automática, ele foi surpreendido ao perder os empates por 1 a 1 com o Palmeiras e por 2 a 2 com o Coritiba por causa da punição do STJD. O gancho estava ligado à trombada com o árbitro Leandro Brizzio Marinho em jogo contra o Bragantino, no longínquo 27 de agosto, ainda pela Copa do Brasil, e ocorreu após absolvição por unanimidade em primeira instância. O peruano definiu a atitude como "sacanagem".

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Mesmo que Guerrero não seja julgado "por maltratar os adversários na Arena Corinthians", ele voltará a ser desfalque para o técnico Mano Menezes. O goleador foi convocado para defender o Peru em amistosos contra o Paraguai e não estará à disposição contra Bahia e Goiás, nas duas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.