Tamanho do texto

Diretoria do clube gaúcha ficou revoltada com a antecipação do jogo para o dia 12, especialmente porque não irá contar com o volante Aránguiz, que estará na seleção chilena

A mudança da data do jogo entre São Paulo e Internacional , válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro , não agradou nada ao clube colorado. O jogo, inicialmente marcado para dia 19 de novembro, foi antecipado para o dia 12 porque o São Paulo, a seu pedido, realizará naquela data o primeiro embate da semifinal da Copa Sul-Americana diante do Nacional de Medellín.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Brasileirão

O São Paulo justificou o pedido da mudança com a falta de voos disponíveis para a Colômbia na referida data. Assim, o elenco não teria condições de chegar a Medellín a tempo para o confronto, os dirigentes pressionaram a CBF e conseguiram a alteração. Mas a diretoria colorada não gostou ad decisão: além de ter um dia a menos para descansar seus jogadores na reta final do torneio - o Colorado tem jogo com o Goiás no dia 15 -, e terá quatro embates seguidos fora de casa: a vitória sobre o Santos na Vila na última rodada, o Grêmio na Arena, o Goiás no fim de semana seguinte e agora o São Paulo, no dia 12.

"Estamos insatisfeitos. Tínhamos toda uma programação feita e, assim, de uma hora para outra, vamos ter que emendar três partidas fora de casa, todas difíceis: contra o Santos na Vila Belmiro, o clássico Gre-Nal e um concorrente direto da tabela. É uma atitude que compromete o equilíbrio técnico da competição. A decisão demonstra uma parcialidade", disse Roberto Melo, diretor de futebol do clube.

E mais: Abel Braga fecha treino do Inter e aumenta mistério para o 403º clássico gaúcho

"O Inter sofreu mais um prejuízo. Em 2013 foi assim quando o Santos, por um motivo particular, mudou o calendário e nos obrigou a jogar terça, quinta e domingo. O mínimo que a CBF pode fazer é transferir nosso jogo contra Goiás de sábado para domingo. Enquanto não houver união dos clubes, as coisas continuarão a ser definidas assim. Já tínhamos feito contatos políticos logo depois do jogo do São Paulo. É uma desvalorização do futebol, um evidente desequilíbrio técnico", reclamou Marcelo Medeiros, vice-presidente do Inter.

Não bastasse o desgaste físico dos jogadores, o Inter também pode perder uma peça fundamental do elenco. Charles Aránguiz foi convocado pelo Chile para amistosos contra Venezuela e Uruguai nos dias 14 e 18 de novembro e não ficaria à disposição de Abel Braga para o duelo com o Tricolor.

"Nosso departamento jurídico vai analisar para ver o que podemos fazer a respeito. Não estamos satisfeitos e faremos o que for possível para que as datas originais sejam cumpridas. Não pode o São Paulo ter xingado a CBF uma hora e, depois ser beneficiado assim", encerrou o Melo.

* Com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.