Tamanho do texto

Brendan Rodgers põe uruguaio entre os melhores atacantes do mundo, mas diz que mordida na Copa pode ter feito diferença

Luis Suárez
David Ramos/Getty Images
Luis Suárez

Técnico do Liverpool e ex-comandante do uruguaio Luis Suárez, Brendan Rodgers falou em entrevista ao jornal inglês Daily Mirror sobre a decepção ao descobrir que o atacante não estava na lista dos 23 jogadores eleitos para concorrer à Bola de Ouro da Fifa, que premia o melhor jogador da temporada ao final de cada ano.

Leia mais: Gerrard diz que política foi responsável por tirar Luis Suárez da disputa pela Bola de Ouro

Rodgers treinou Luis Suárez entre 2012 e 2013, ano em que o camisa 9 teve média de mais de 1,5 gol por jogo no Liverpool, terminando a temporada com a marca de 31 gols em 38 partidas. Ao falar sobre Suárez, o técnico o colocou entre os cinco melhores atacantes do mundo, ao lado de Cristiano Ronaldo, Messi, Neymar e Bale. "Como pode que quatro jogadores tenham sido indicados e um não?", indagou. "Se o prêmio julga questões futebolísticas, Luis Suárez deveria estar na lista."

Apesar de criticar a atitude da Fifa em ter "esquecido" o uruguaio na lista, o treinador reconhece que o fato tem a ver com o incidente durante a Copa do Mundo, quando Suárez mordeu o zagueiro Chiellini após disputar uma bola e foi suspenso por cerca de quatro meses dos gramados: "Sem dúvidas, podemos pensar que ele não está na lista pelo que aconteceu no Mundial".

Bola de Ouro: Neymar e Diego Costa são indicados. Confira os 23 nomes

Contudo, Rodgers ainda lamentou que o ocorrido possa prejudicar o reconhecimento do atleta em âmbito mundial. "Não conheço a carreira de todos os jogadores indicados, mas sei que alguns deles devem ter cometido ações passíveis de punição ao longo da carreira. Suárez tem um talento incrível e deveria estar na lista, pois teria possibilidade de ganhar."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.