Tamanho do texto

Equipe da Austrália ficou com a taça da Liga dos Campeões da Ásia ao superar o Al-Hilal, da Árabia Saudita

O Western Sydney Wanderers, da Austrália, conquistou neste sábado o título da Liga dos Campeões da Ásia e garantiu uma vaga no Mundial de Clubes da Fifa. Mesmo fora de casa, o time australiano segurou o empate contra o Al-Hilal, da Árabia Saudita, em 0 a 0 e levantou a taça continental no Estádio Internacional Rei Fahd, em Riad, já que havia vencido o duelo da ida por 1 a 0.

Jogadores do Western Sydney Wanderers levantam a taça da Liga dos Campeões da Ásia
AP
Jogadores do Western Sydney Wanderers levantam a taça da Liga dos Campeões da Ásia


A equipe australiana foi a primeira de seu país a conquistar o título asiático de clubes. Anteriormente, o Adelaide United havia ficado perto da conquista, mas foi derrotado na decisão pelo Gamba Osaka, do Japão, em 2008. Apesar de pertencer geograficamente à Oceânia, a Austrália é filiada à confederação da Ásia desde 2006.

Um brasileiro pertence ao elenco da equipe campeã. O meia-ofensivo Vitor Saba entrou aos quatro minutos do segundo tempo na decisão. O jogador teve passagens pelo Flamengo, Vitória e Brescia, da Itália.

Na representação saudita, os destaques eram dois brasileiros: o zagueiro Digão e o meia Thiago Neves, ambos ex-Fluminense. O Al-Hilal lutava pelo tricampeonato asiático, tendo conquistado anteriormente o principal campeonato de clubes da Ásia em 1991 e 2000.

O Western Sydney Wanderers se junta a Real Madrid, San Lorenzo, Moghreb Tétouan, Auckland City, Cruz Azul e Sétif, como um dos participantes da edição 2014 do Mundial de Clubes da Fifa.

O time de Sydney estreia no Mundial de Clubes no dia 13 de dezembro contra o Cruz Azul, do México, em duelo válido pelas quartas de final. O vencedor irá enfrentar o Real Madrid na semifinal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.