Tamanho do texto

Time russo já tem jogado com portões fechados na Liga dos Campeões por conta do comportamento de seus fãs

A Uefa anunciou nesta segunda-feira uma redução da punição imposta ao CSKA Moscou por uma confusão no duelo entre o clube russo e a Roma, em partida da Liga dos Campeões disputada na Itália, em setembro.

A pena inicial previa a realização de três jogos da Champions com portões fechados, passando agora para dois jogos. A multa também foi reduzida, mudando de 200 mil euros (R$ 632 mil) para 100 mil euros (R$ 316 mil). No entanto, o clube segue proibido de contar com torcida visitante nos jogos fora de casa da fase de grupos da competição.

Veja como está a classificação da Liga dos Campeões

Com isso, o clube tem pela frente apenas um jogo de suspensão, já que atuou de portões fechados no empate em 2 a 2 com o Manchester City da última rodada. O CSKA, no entanto, só possui mais um jogo em casa na fase de grupos - contra a própria Roma - e só deve voltar a ter público em casa caso avance para as oitavas.

No jogo entre Roma e CSKA, que gerou a punição, torcedores russos fizeram ofensas racistas aos jogadores, lançaram fogos de artifícios e rojões no gramado e acabaram entrando em confronto com torcedores italianos e com a polícia nas arquibancadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.