Tamanho do texto

Clubes foram apenas multados em R$ 10 mil pelo STJD por briga das torcidas durante o clássico. Ambos times poderiam perder até 20 mandos de campo

Atlético-PR e Coritiba escaparam, por unanimidade, de perder mandos de campos referentes aos incidentes ocorridos no clássico do dia 4 de outubro, no Couto Pereira, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O julgamento aconteceu nesta segunda-feira no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Os clubes foram punidos com multa de R$ 10 mil para cada um, escapando de pegar até 20 mandos de campo. O Coritiba, além disso, terá que pagar mais R$ 2 mil pelo atraso no início da partida.

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

O Atlético-PR foi defendido pelo advogado Domingos Moro e o Coritiba por Itamar Côrtes. A sessão começou às 17h (de Brasília) e teve o depoimento do capitão Luiz Fernando de Barros, da Polícia Militar do Paraná. Juntas, as defesas ainda decidirão se irão recorrer da decisão do STJD.

Entenda o caso - No dia do clássico, integrantes das torcidas organizadas dos dois times arremessaram bombas, rolos de papel higiênico em chamas e atrasaram o início do jogo. Os clubes foram denunciados pelo atraso no artigo 206 e por deixarem de prevenir e reprimir desordens e lançamento de objetos em campo (artigo 213, incisos I e III), todos do CBJD.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.