Tamanho do texto

Time catarinense se mantém na lanterna do Brasileirão e viu rival direto contra o rebaixamento abrir vantagem na rabeira

Com o revés para o Vitória no último sábado , a situação do Criciúma ficou crítica. O time comandado por Gilmar Dal Pozzo chega a sua terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro e afunda na lanterna do torneio, com apenas 30 pontos conquistados. O treinador falou sobre a má fase da equipe e admitiu que será difícil reverter a situação, mas ele não pretende desistir.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"A situação está complicadíssima. O resultado no meio de semana foi ruim, isso que tivemos ajuda de outros resultados. Mas a vida está complicada. Vamos lutar com toda força e tentar enquanto houver uma pequena chance. Agora temos que ter desempenho e aproveitamento melhor, de time que briga pelo título", disse o técnico em coletiva após o duelo no Barradão.

Há sete rodadas do fim da competição, Dal Pozzo quer consertar o que pode ser consertado no elenco e brigar até o fim para se manter na primeira divisão.

"Vamos tentar corrigir o que até agora e a gente não conseguiu. Temos sete partidas e com trabalho e conversa temos que tentar melhorar. Há momentos cruciais para definir a partida , quando tem oportunidade, tem que matar o adversário. Se não mata, a gente morre, assim é na vida e assim foi no jogo", acrescentou.

Sobre a possibilidade de ser demitido, Dal Pozzo disse que está fazendo o possível, mas que sua saída não seria totalmente inesperada.

"Futebol é resultado, não adianta, o técnico vive de resultado. Estou fazendo o meu melhor, estou tentando. Mas não vou tomar decisão no calor do jogo. Nunca fui de abandonar, na situação que o clube está, precisa de trabalho. Eu sempre procuro demonstrar otimismo na adversidade, ter dignidade no que faço. Se eu tiver continuidade, vou procurar fazer o meu trabalho", completou.

O próximo desafio do Tigre será no próximo domingo, diante do São Paulo no Heriberto Hülse, válido pela 32ª rodada do Brasileirão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.