Tamanho do texto

Tribunal não aceitou pedido do clube e manteve a punição imposta ao centroavante, que não jogará os dois clássicos

O Corinthians não terá Guerrero contra o Palmeiras, sábado, mas vai poder contar com o atacante peruano contra o Santos, no próximo domingo, dia 2. O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Caio Rocha, negou o pedido feito pelo departamento jurídico do clube de transformar a pena imposta a ele de três jogos de suspensão em multa, mas reduziu a punição a duas partidas.

Guerrero não joga contra Palmeiras e Coritiba
Getty Images
Guerrero não joga contra Palmeiras e Coritiba

Confira a tabela completa do Brasileirão

Assim, o centroavante peruano terá de cumprir a pena contra o Palmeiras, no Pacaembu, contra o Coritiba.

Tottenham diz que não há chance de emprestar Paulinho ao Corinthians

A suspensão é ligada à trombada entre Guerrero e o árbitro Leandro Bizzio Marinho, em partida contra o Bragantino no já distante 27 de agosto. Denunciado por agressão, o peruano foi absolvido por unanimidade no julgamento em primeira instância do STJD, no início de setembro.

Blog do Praetzel: STJD contribui muito para o descrédito do futebol brasileiro

A Procuradoria do STJD recorreu e, em novo julgamento realizado na última quarta-feira, o centroavante foi considerado culpado de "atitude contrária à disciplina ou à ética desportiva". Não cabia recurso à decisão em segunda instância, e o que restou ao Corinthians foi pedir a conversão da pena.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.