Tamanho do texto

Atacante do Hoffenheim fez uma excelente temporada passada na Bundesliga, marcando 16 gols e dando 11 assistências

Roberto Firmino, atacante do Hoffenheim
Getty Images
Roberto Firmino, atacante do Hoffenheim

O técnico Dunga convocou a seleção brasileira nesta quinta-feira para os amistosos contra Turquia e Áustria, em novembro, e uma das novidades ficou por conta do atacante Roberto Firmino, de 23 anos de idade, que atua no Hoffenheim, da Alemanha. Será primeira aparição do atleta na equipe principal do Brasil, já que em 2011 chegou a estar na lista para o Mundial sub-20, mas o clube alemão não o liberou.

Dunga faz cartilha de conduta e sugere que jogadores não usem bonés e chinelos

Pouco conhecido dos torcedores brasileiros, Roberto Firmino está na Alemanha desde 2011, quando foi contratado pelo Hoffenheim depois de se destacar com a camisa do Figueirense, clube pelo qual foi revelado em 2009.

Na temporada passada, o brasileiro foi titular em todos os jogos do seu time e ficou entre os artilheiros do Campeonato Alemão, com 16 gols anotados, se consolidando como ídolo do Hoffenheim. O badalado polonês Robert Lewandowski, ainda no Borussia Dortmund, foi o maior marcador com 20 tentos.

"Estou muito feliz com essa convocação e quero agradecer o clube por permitir que eu melhore sempre o meu futebol e por me transformar no que sou hoje", disse o Firmino em entrevista ao site oficial do Hoffenheim. "É realmente uma grande honra para Roberto, mas também para toda a nossa equipe", comentou Markus Gisdol, técnico da equipe.

Além de saber fazer gols, o brasileiro também se destaca por ser um dos melhores garçons da Bundesliga. Na última edição da competição, Roberto Firmino ficou na segunda posição no quesito assistências, dando 11 passes para gol, atrás apenas de Marco Reus, do Borussia Dortmund, que deu 13.

Confira os convocados de Dunga:

Atualmente, Roberto Firmino é um dos principais jogadores do futebol germânico, tanto que seu nome vem sendo especulado em grandes clubes da Europa desde o ano passado, como Manchester United, Liverpool, Milan, Juventus, Atlético de Madri, Barcelona, Real Madrid, Bayern e Schalke.

O contrato do atacante com o Hoffenheim foi ampliado recentemente até a metade de 2017, fazendo com que a sua multa rescisória subisse para 25 milhões de euros (cerca de R$ 79,2 milhões). Diante de todo sucesso que o brasileiro vem fazendo na Alemanha e, agora, com a convocação à seleção, sua saída do Hoffenheim tornou-se questão de tempo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.