Tamanho do texto

Atacante foi julgado nesta quarta-feira e pegou três jogos de suspensão. Ele não jogo contra o Palmeiras e Santos

Julgado nesta quarta-feira pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o atacante Guerrero foi condenado a três jogos de suspensão, por causa de um encontração no árbitro Leandro Bizzio Marinho durante o jogo contra o Bragantino, nas oitavas de final da Copa do Brasil. Com a punição, o jogador está desfalca o Corinthians no clássico contra o Palmeiras, além dos confrontos diante do Coritiba e Santos. 

Guerrero não paga o Palmeiras nem o Santos
Getty Images
Guerrero não paga o Palmeiras nem o Santos

Leia também:  Em baixa, Paulinho pode ser repatriado pelo Corinthians, diz jornal inglês

Absolvido na primeira decisão do tribunal, a procuradoria entrou com recurso e pediu novo julgamento do caso. O corintiano foi enquadrado no 254-A, parágrafo III, que caracteriza agressão a membro de arbitragem, sob a pena de até 180 dias de suspensão. Os advogados do clube, por sua vez, conseguiram desqualificar a denúncia para o artigo 258 - conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva - e diminuir a pena. 

No jogo desta quarta-feira, contra o Vitória, pelo Campeonato Brasileiro, Guerrero também não entra em campo porque cumprirá suspensão automática. Sendo assim, o retorno do atleta poderá acontecer apenas na 34ª rodada, no duelo com o Bahia, no dia 16 de novembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.