Tamanho do texto

Com o resultado, time de Vanderlei Luxemburgo chega a 40 pontos e se afasta ainda mais da zona de rebaixamento

Com ótima atuação do atacante Gabriel, o Flamengo derrotou o Internacional por 2 a 0 nesta quarta-feira, no Maracanã. O jogador foi o responsável pelos dois gols do time carioca, que se reabilitou após derrota sofrida diante do Atlético-PR na última rodada do Campeonato Brasileiro. 

Gabriel comemora gol do Flamengo na vitória sobre o Internacional pela 30ª rodada do Brasileirão
Jorge Rodrigues/Agência Eleven/Gazeta Press
Gabriel comemora gol do Flamengo na vitória sobre o Internacional pela 30ª rodada do Brasileirão

Com o resultado, o time dirigido por Vanderlei Luxemburgo chegou aos 40 pontos e subiu para a nona posição na tabela de classificação, se afastando cada vez mais da zona do rebaixamento. Já o Internacional sofreu a segunda derrota consecutiva e segue com 50 pontos, caindo para a quinta colocação.

O Flamengo mereceu amplamente a vitória, principalmente pelo que produziu no segundo tempo, depois que Luxemburgo fez substituições que tornaram a equipe bem mais ofensiva. O Inter sentiu muito a ausência do meia D`Alessandro e mostrou total falta de criatividade no setor ofensivo.

Na próxima rodada, o Botafogo vai enfrentar o Flamengo na Arena da Amazônia. O Internacional vai receber o Bahia, no Beira-Rio.

O jogo

A presença de Márcio Araújo no meio-campo tornou o Flamengo mais dinâmico no início de partida. O meia se colocava no espaço deixado pelos volantes do Inter para receber a bola e se aproximar dos atacantes. Já o Inter, sem contar com o maestro D´Alessandro, centralizava suas jogadas no meia Alex.

O excesso de jogadores de meio-campo nas duas equipes tornava a partida mais lenta. Os dois times trocavam muitos antes passes laterais, o que tirava a velocidade do jogo, embora o Flamengo fosse um pouco mais ofensivo.

Aos dez minutos, aconteceu o primeiro lance de emoção da partida. Alan Patrick, de letra, coloca Nilmar na cara de Paulo Victor, mas o goleiro do Flamengo faz grande defesa e impediu o primeiro gol da equipe gaúcha. Devido ao esforço, Paulo Victor ficou caído e e o jogo foi interrompido para que o jogador rubro-negro recebesse atendimento médico. O reserva Cesar chegou a fazer aquecimento, mas o titular se recuperou e continuou na partida.

O Flamengo deu a resposta aos 17 minutos quando Gabriel mandou a bomba e obrigou Alisson a se virar para mandar para escanteio e evitar o primeiro gol da equipe da casa. Aos 19 minutos, Willians largou a defesa e se aventurou pela ponta esquerda. Fez o cruzamento e Paulo Victor saiu bem para afastar o perigo. No rebote, Cáceres bloqueou a conclusão de Aránguiz. Por volta dos 30 minutos, a partida seguia muito equilibrada e com predomínio das defesas sobre os ataques. Cada goleiro só havia feito uma defesa difícil. O jogo continuou morno e só um desentendimento entre o zagueiro Ernando e o volante Canteros despertou a atenção da torcida.

No último lance do primeiro tempo, Gabriel tabelou com Canteros e rolou para Márcio Araújo que chutou em cima de Ernando e perdeu a chance de ameaçar o gol do Inter.

Os dois times voltaram sem mudanças no segundo tempo. O meia Alex, que sentiu dores no tornozelo direito, voltou com proteção especial no local. O primeiro lance de perigo aconteceu aos quatro minutos, quando Wellington Silva cruzou da direita e Nilmar cabeceou para boa defesa de Paulo Victor.

Aos oito minutos, o Flamengo criou a melhor chance na partida. Gabriel trocou passes com Léo Moura e lançou Eduardo da Silva que tentou encobrir Alisson,mas o goleiro colorado fez grande defesa. No rebote, Everton mandou por cima do travessão. O Flamengo se animou e,aos 14 minutos, foi a vez de Gabriel chutar com grande perigo,mas a bola saiu. Vanderlei decidiu mudar o ataque e colocou Nixon, muito aplaudido, no lugar do apático Eduardo da Silva. Muito retraído, o time visitante só apareceu na área rubro-negra aos 20 minutos em cabeçada de Nilmar que levou muito perigo.

Mais agressivo com as mudanças, o Flamengo acabou marcando o primeiro gol, aos 24 minutos. Na sua primeira intervenção, Elton desviou de cabeça para Nixon, que invadiu pela esquerda e cruzou. A zaga do Inter não conseguiu cortar e Gabriel entrou para tocar a bola para as redes. Depois de sofrer o gol, o técnico Abel Braga tentou tornar sua equipe mais ofensiva, colocando Valdivia, Wellington Paulista e Rafael Moura na equipe.

E aos 34 minutos quase que o Inter empata. Paulo Victor se enrolou com Léo Moura e soltou a bola,mas se recuperou ao defender a conclusão de Nilmar. No rebote, o zagueiro Alan manda por cima do travessão.

Aos 45 minutos, quando o Inter estava todo no ataque tentando marcar o gol do empate, o Flamengo anotou o segundo e liquidou a fatura. Canteros puxou o contra-ataque, lançou para Léo Moura que cruzou na área e Gabriel se aproveitou para colocar a bola nas redes e definir o resultado da partida.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 X 0 INTERNACIONAL

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 22 de outubro de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)
Cartões Amarelos: Chicão e João Paulo (Flamengo), Wellington Silva (Inter)

Gols:  Gabriel, aos 24 e 45 minutos da segunda etapa.

FLAMENGO: Paulo Victor; Leonardo Moura, Chicão, Samir e João Paulo; Victor Cáceres, Héctor Canteros, Márcio Araújo (Luiz Antônio), Everton (Élton) e Gabriel; Eduardo da Silva (Nixon)
Técnico:  Vanderlei Luxemburgo

INTERNACIONAL: Alisson; Wellington Silva (Valdívia), Alan Costa (Thalles), Ernando e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex (Rafael Moura), Alan Patrick (Valdívia) e Jorge Henrique (Wellington Paulista); Nilmar
Técnico: Abel Braga

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.