Tamanho do texto

Manchester City abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas cedeu o empate com lance controverso já nos minutos finais da partida

Na Arena Khimki, em Moscou, o Manchester City vencia o o CSKA por 2 a 1 até os 39 minutos do segundo tempo. Foi quando o lateral-esquerdo Kolarov tocou Doumbia dentro da área e o árbitro István Vad, da Hungria, marcou o pênalti. A marcação causou revolta dos jogadores do City, já que o jogador Doumbia claramente forçou a jogada. Bibras Natcho foi para a cobrança e deixou tudo igual.

O resutado em 2 a 2 complica a vida do time de Manchester na luta por uma classificação para as oitavas de final da Liga dos Campeões.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Liga dos Campeões

Os gols ingleses saíram pelos pés de Aguëro e Milner, ainda no primeiro tempo. Na etapa complementar, os russos descontaram com Doumbia e empataram com a cobrança de Natcho. Com o resultado, válido pela terceira rodada do Grupo E, o City conquista seu segundo ponto e segue em terceiro lugar, dois pontos atrás da Roma e quatro atrás do líder Bayern de Munique. Já os russos, vindos de duas derrotas, chegam ao primeiro tento na fase.

Hart tenta defender o pênalti batido por Natcho, do CSKA. Empate complicou a vida do Manchester City
Ivan Sekretarev/AP
Hart tenta defender o pênalti batido por Natcho, do CSKA. Empate complicou a vida do Manchester City


O CSKA não pode contar com o apoio de sua torcida e jogou com portões fechados devido a uma punição da Uefa por causa de ofensas raciais proferidas a Yayá Touré no jogo com o Manchester na última edição da Champions.

CSKA começa dominando, mas ingleses marcam e pressionam
Nos primeiros 20 minutos de jogo, os donos da casa seguraram o time de Manchester e criaram boas oportunidades, mas deixaram muito espaço para contra-ataques perigosos. A primeira chance veio aos seis minutos de partida. Tosic fez uma tentativa de levantar a bola na área, ela explodiu no zangueiro Mangala e voltou para Musa. O nigeriano dominou , avançou e mandou com força, mas a bola foi por cima do gol de Hart.

Aos nove minutos, Tosic puxou contra-ataque para os russos e chegou pela direita, limpou os marcadores e finalizou de fora da área, mas a bola foi pela linha de fundo.

Apesar de dominar a partida, os russos tinham menos posse de bola. Aos 28 minutos, os visitantes abriram o placar. David Silva lançou em profundidade para Dzeko. O brasileiro Mário Fernandes dava condição legal para o atacante, que tocou na direita para Aguëro, livre, completar para as redes: 1 a 0 para o City.

Depois do gol, os russos sucumbiram à pressão. Aos 35 minutos, Dzeko recebeu no meio, invadiu a área, se livrou da marcação e mandou uma bomba, mas Akinfeev fez boa defesa. Dois minutos depois, Yaya Touré cobrou falta na área, Zabaleta escorou de cabeça pra trás, Aguëro chutou cruzado para a esquerda e Milner apareceu para completar e aumentar a vantagem do City.

Os ingleses tiveram outra chance boa aos 39, quando Dzeko não chegou a um cruzamento mas Milner apareceu e mandou com tudo na trave.

Após cruzamento da esquerda, Dzeko não chega, mas Milner aparece manda na trave. City cresce na partida e passa a pressionar os donos da casa.

Jogadores do Manchester City reclamam de marcação de pênalti no final da partida
Ivan Sekretarev/AP
Jogadores do Manchester City reclamam de marcação de pênalti no final da partida

Reação dos anfitriões e o empate aos 39 minutos

A primeira oportunidade da etapa complementar foi dos anfitriões. Aos três minutos, Tosic cobrou falta próxima à área e a bola explodiu na barreira. Mesmo com as arquibancadas vazias, o CSKA passou a criar boas chances.

Aos 15 minutos, Milanov aproveitou a sobra na entrada da área e mandou de primeira com perigo, mas Hart fez a defesa. Dois minutos depois, Emerenko arriscou de fora da área e mandou por cima do gol.

O primeiro gol dos russos veio aos 20 minutos. Doumbia, recém-saído do banco, recebeu de Musa na direita, ganhou dos marcadores e completou para as redes: 2 a 1 para o City.

Aos 31 minutos, Emerenko foi lançado nas costas de Kolarov e chutou cruzado. A bola passou com perigo raspando na trave do goleiro do City.

Embora os russos criassem boas oportunidades, o time de Manchester segurava bem o resultado e se encaminhavam para uma vitória que os deixariam colados na Roma na tabela de classificação da chave. Foi quando Kolarov, aos 39 minutos, derrubou Doumbia na área. Natcho cobrou com categoria e empatou a partida.

Musa ainda teve uma chance de virar aos 44 minutos. O nigeriano invadiu a área e armou o chute de esquerda, mas pegou muito mal na bola e mandou pela linha de fundo.

O próximo desafio dos ingleses na competição será novamente diante do CSKA, desta vez em Manchester, no dia 5 de novembro, às 17h45 (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.