Tamanho do texto

Empate deixa equipes a pelo menos sete pontos do Avaí, o último colocado dentro da zona de acesso para a Série A

Brigando por uma vaga na zona de acesso à primeira divisão, Sampaio Corrêa e Náutico empataram em 1 a 1 neste sábado, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B . O Sampaio saiu na frente com gol de Mimica, mas Paulinho deixou tudo igual no Castelão.

Com o resultado, o Sampaio perde duas posições e chega à nona posição na tabela de classificação, com 44 pontos conquistados. Já o Náutico se mantém em sexto lugar, com 45 pontos.

Confira a classificação, artilharia e mais notícias da Série B do Brasileiro

O próximo desafio do Sampaio pela Série B será diante do Bragantino, na próxima terça-feira, às 19h30 (de Brasília), também no Castelão. Já o Náutico encara o Boa Esporte em Varginha, no mesmo dia, às 21h50 (de Brasília).

SAMPAIO ABRE O PLACAR COM MIMICA

Os donos da casa começaram pressionando e abriram o placar logo aos 12 minutos do primeiro tempo. Gilton manda uma bomba, o zagueiro Edimar desvia para a segunda trave e Mimica aparece para completar. O goleiro Júlio César ainda encosta na bola com o pé, mas não consegue segurar. 1 a 0 para os maranhenses

Os anfitriões seguiram dominando, se defendendo bem e evitando contra-ataques, mas sem grandes chances de finalização. Depois de levar o gol o Náutico até esboçou uma reação e passou a correr atrás do prejuízo.

Uma boa oportunidade veio apenas aos 39 minutos, com Pimentinha. O atacante fez uma jogada brilhante na área, driblou a marcação mas, na finalização, pegou mal na bola e mandou para fora. No minuto seguinte, Crislan acerta cabeçada para boa defesa do goleiro Rodrigo Ramos. No entanto, o juiz já havia assinalado impedimento.

O Sampaio quase ampliou a vantagem nos acréscimos. Primeiro com chute de William Paulista e em seguida nos pés de Pimentinha, mas Júlio César salvou o Náutico. Após uma jogada mal feita, Crislan ficou bravo e mandou a bola na placa de publicidade, sendo punido com cartão amarelo e suspenso para a partida diante do Boa Esporte.

REAÇÃO DO TIMBU, GOL DE EMPATE DE PAULINHO

No começo do segundo tempo o Náutico desperdiçou uma boa oportunidade de empatar. Bruno Furlan recebeu em velocidade pela direita e foi travado na finalização na pequena área. Aos quatro minutos, Paulinho bateu falta de longe, mas as bola quicou e passou com perigo à esquerda da trave de Rodrigo Ramos.

O Timbu voltou com força total para buscar o empate, tendo mais volume de jogo e pressionando os anfitriões. Aos sete minutos, falta perigosa a favor dos visitantes. Raí cobrou e a bola bateu na barreira, voltando para ele que pegou muito mal na bola e mandou por cima do gol de Ramos.

Aos 11, Marinho fugiu da marcação da defesa e mandou uma bomba de pé esquerdo, também por cima do gol. O Sampaio devolveu o susto. Após linda jogada de Pimentinha por entre as pernas de Raí, William Paulista arriscou de bicicleta, mas mandou para fora.

Aos 19 minutos, o goleiro Júlio César fez duas belas defesas e impediu um placar mais largo a favor do Sampaio. O goleiro ainda correu para buscar a bola para os adversários cobrarem mais rápido o escanteio. Na cobrança, Gilson tentou colocar na área, mas o arqueiro ficou com a bola novamente.

O gol do Náutico veio aos 22 minutos. Paulinho pegou a sobra de fora da área e acertou uma paulada no ângulo direito de Rodrigo Ramos, deixando tudo igual no Castelão. Aos 33, quase veio a virada com Bruno Furlan. O atleta chutou cruzado da entrada da área e obrigou Ramos a se esticar para defender. No rebote, por pouco a bola não sobra para Sassá marcar.

Com a volta do Timbu para o jogo, o Sampaio também pressionou. Pimentinha recebeu a bola na direita da área, tirou a marcação mas se atrapalhou na hora de chutar e mandou pra fora. Apesar dos belos dribles que deixou os marcadores pra trás, o atacante não conseguiu finalizar.

Aos 38, Marcio Diogo finalizou à esquerda de Júlio César, com perigo. O Timbu devolveu com lance perigoso de Sassá, que chutou uma bola com curva, mas sem direção, e mandou pra fora. Aos 42, após outra bela sequência de dribles de Pimentinha, Marcio Diogo recebeu na pequena área e finalizou, mas o goleiro ficou com ela.

O jogo foi emocionante até o último minuto, com ambas as equipes buscando o gol da vitória. Nos acréscimos, Marinho bateu com efeito da entrada da área, a bola encobriu Ramos e acertou a trave. Mas o gol da virada não veio e a partida terminou empatada em 1 a 1.

FICHA TÉCNICA: SAMPAIO CORRÊA 1 x 1 NÁUTICO

Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA) 
Data: 18 de outubro de 2014, sábado 
Horário: 16h10 (de Brasília) 
Árbitro: Edivaldo Dias da Silva (PR) 
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Jander Rodrigues Lopes (AM) 
Cartões amarelos: Gilton, Jonas e Uillian Correia (Sampaio Correâ); Sassá, Crislan e Cañete (Náutico) 
Gols: SAMPAIO CORRÊA: Mimica, aos 12 minutos do primeiro tempo; Paulinho, aos 22 minutos do segundo tempo.

SAMPAIO CORRÊA: Rodrigo Ramos, Tote, Edimar, Mimica, Gilton Ribeiro; Uillian Correia, Marinho (Cleitinho), Jonas, Cascata (Márcio Diogo); William Paulista (Siloé) e Pimentinha 
Técnico: Lisca

NÁUTICO: Júlio César, Neilson, William Alves, Renato Chaves, Raí; João Ananias, Paulinho, Vinícius (Cañete); Crislan (Marinho), Sassá, Bruno Furlan (Marcos Vinícius) 
Técnico: Dado Cavalcanti

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.