Tamanho do texto

Tricolor, que foi superado por 2 a 1 pelo Internacional no fim de semana, aparece na oitava posição do Brasileirão com 42 pontos, Catarinenses vivem um drama pior, na zona de queda

Há três jogos sem saber o que é vencer, o Fluminense tenta a recuperação neste sábado, quando recebe o Criciúma a partir das 18h30 (de Brasília), no Maracanã, em confronto válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro . O Tricolor, que foi superado por 2 a 1 pelo Internacional no fim de semana, aparece na oitava posição com 42 pontos, cinco atrás da zona de classificação para a Copa Libertadores, principal meta no momento. Os catarinenses vivem um drama pior, na zona de rebaixamento com trinta pontos. Porém, o Tigre ganhou ânimo ao fazer 3 a 0 no Santos no domingo.

Cientes de que o momento é complicado, os jogadores do Fluminense e o técnico Cristóvão Borges pretendem usar todas as armas na busca do resultado positivo. A principal delas, na visão do elenco, é o apoio da torcida.

"O único jeito para o Fluminense conquistar essa vaga na Libertadores, que faltam trinta pontos para buscar, é os jogadores se unirem mais, treinarem mais forte, jogando de forma mais intensa e a torcida estar do nosso lado. Independentemente de qualquer situação, que nos apoiem do início ao fim, e quando acabar o jogo, se eles tiverem alguma insatisfação, que cobrem e fiquem à vontade para fazer a manifestação que eles tiverem a fim. Mas eu, como capitão, se pudesse pedir por essa vaga na Libertadores, seria para que eles fiquem do nosso lado até o fim, porque não vai ser fácil. Vamos ter tropeço, vamos ter empate, mas vamos tentar errar o menos possível para conseguir essa vaga tão sonhada", afirmou o atacante Fred.

Os jogadores tricolores, porém, alertam aos torcedores para que eles não compareçam ao Maracanã pensando em goleada, uma vez que a boa vitória do Criciúma sobre o Santos ligou o sinal de alerta nas Laranjeiras.

"Não vamos enfrentar um time ruim, e sim um adversário que vem de uma vitória de três a zero sobre o Santos, quando jogou um futebol de alto nível. Precisamos de muito cuidado para não sermos surpreendidos mesmo no Maracanã. O Criciúma vem jogando em espírito de decisão, e isso é perigoso para quem o enfrenta neste momento. O Fluminense tem plenas condições de conquistar essa importante vitória e retomar a sua caminhada dentro do Campeonato Brasileiro, mas precisamos de muita atenção ao longo dos noventa minutos", comentou o volante Jean.

Em termos de escalação, Cristóvão cumpriu a promessa de modificar o time e optou por barrar vários titulares. O zagueiro Elivelton e o meia Cícero, que sequer se concentrou alegando dores na coxa direita, foram barrados para as entradas, respectivamente, de Guilherme Mattis e Walter, que vinha sendo preterido por estar longe da forma física considerada ideal. O volante Diguinho, com dores na coxa esquerda, foi vetado e cede o posto para Edson.

Pelo lado do Criciúma, o técnico Gilmar Dal Pozzo pede atitude a seu time. "O Criciúma conseguiu uma importante vitória sobre o Santos porque mostrou atitude e determinação, uma postura vencedora. Independentemente de onde vamos jogar, mesmo no Maracanã, temos que ter o mesmo comportamento. Respeito o Fluminense, mas podemos jogar de igual para igual e ganhar", declarou Gilmar Dal Pozzo.

O Criciúma terá problemas na criação de jogadas. Com Cleber Santana suspenso, Paulo Baier assumiria a função de cérebro do meio-de-campo. Porém, o veterano jogador sequer viajou com a delegação por conta de dores nas costas. Assim, o volante Serginho ganha uma oportunidade, com João Vitor ficando isolado na missão de municiar o ataque.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, e os catarinenses levaram a melhor, ganhando por 3 a 2. Paulo Baier (duas vezes) e Serginho marcaram para o Tigre, com Darío Conca e Matheus Carvalho descontando para os cariocas.

FICHA TÉCNICA -  FLUMINENSE X CRICIÚMA

Local : Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data : 18 de outubro de 2014 (Sábado)
Horário : 18h30(de Brasília)
Árbitro : Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes : Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)

FLUMINENSE : Diego Cavalieri; Bruno, Marlon, Guilherme Mattis e Chiquinho; Edson, Jean, Wagner e Conca; Walter e Fred
Técnico : Cristóvão Borges

CRICIÚMA : Bruno, Eduardo, Joílson, Ronaldo Alves e Giovanni; Rodrigo Souza, Serginho e João Vitor; Lucca, Souza e Bruno Lopes
Técnico : Gilmar Dal Pozzo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.