Tamanho do texto

Treinador admite que goleada para o Atlético-MG na Copa do Brasil mostrou que seu time ainda precisa amadurecer

A partida contra o Atlético-MG ao menos serviu para Mano Menezes comprovar uma convicção que o acompanha ao longo deste ano. A derrota por 4 a 1, que resultou na eliminação do Corinthians nas quartas de final da Copa do Brasil , mostrou ao treinador que o time ainda não está pronto para ser campeão.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Brasileirão

"Uma equipe que oscila como a nossa, dá demonstrações de que ainda não está pronta para grandes conquistas. E, na hora da reta final, esses detalhes ficam evidentes. Aconteceram coisas na quarta que deixaram isso bem claro. Nos faltaram experiência de time e algumas atitudes necessárias para um jogo como esse. É por isso que não estamos disputando o título do Campeonato Brasileiro e não conseguimos avançar na Copa do Brasil", afirmou Mano Menezes.

Praticamente descartado para o ano que vem (por causa das eleições do clube, que serão realizadas em fevereiro, é provável que o Corinthians comece 2015 sem treinador efetivo), o treinador se defende das críticas afirmando que foi contratado para conduzir um processo de reformulação no clube.

E mais: Corinthians treina sob protestos e Mano se diz confiante para seguir no cargo

"Existem momentos em que conquistar títulos não é possível ou é muito mais difícil. Nessa hora, você precisa se preparar para conquistas futuras. É o que o Corinthians começou a fazer este ano: sedimentar um novo trabalho para conquistar, como fez recentemente. Sei que é muito difícil as pessoas entenderem isso, mas assim é o certo", disse o treinador.

Dez pontos atrás do Cruzeiro, líder do Campeonato Brasileiro, o Corinthians tentará diminuir as frustrações deste ano com uma vaga na Copa Libertadores, possível só por meio do Brasileiro, em que o time comandado por Mano Menezes precisa terminar entre os quatro primeiros colocados para evitar um ano totalmente fracassado em termos de resultados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.