Tamanho do texto

A decisão de deixar a seleção veio em 17 de julho, quando estava praticamente sacramentada a saída do meia para atuar pelo Al Fujairah, dos Emirados Árabes

Valdivia quer voltar à seleção do Chile
Getty Images
Valdivia quer voltar à seleção do Chile

O meia Valdivia anunciou sua aposentadoria da seleção chilena depois da Copa do Mundo, por meio de mensagens no Twitter. Nesta semana, a comissão técnica e os jogadores da Roja deixaram claro que o palmeirense faz falta à equipe, e o jogador já deixa aberta a possibilidade de voltar a atuar pelo Chile, inclusive se desculpando pela forma repentina como deixou as convocações.

"Se tiver que pedir desculpas aos companheiros e ao treinador, eu vou fazer, mas, por enquanto, o que mais desejo hoje é tirar o Palmeiras dessa situação, porque não dá para respirar ainda. É uma situação incômoda. Mas, se continuar jogando, melhorando em todos os aspectos e tiver que falar com o treinador (Jorge Sampaoli), vou fazer", afirmou.

A decisão de não atender mais a convocações foi anunciada por Valdivia em 17 de julho, justamente quando estava praticamente sacramentada também sua saída do Palmeiras, para atuar pelo Al Fujairah, dos Emirados Árabes. O jogador explicou que a troca de clubes o motivou a decidir se aposentar da seleção.

"Depois da Copa, houve aquele negócio me envolvendo com o time dos Emirados e eu sabia muito bem que o nível lá não seria o suficiente para continuar na seleção. É sabido por todos o quanto você treina na seleção do Chile e, infelizmente, nos Emirados, não teria essa intensidade. Achei que o mais certo era deixar de pensar um pouco na seleção e me dedicar 100% nos Emirados. Agora, vivo uma etapa diferente", comentou.

A saída de Valdivia vem sendo sentida pelo Chile. Nesta semana, Sampaoli se mostrou muito bem informado sobre o atual momento do meia, citando inclusive a reação do Palmeiras com o atleta. Depois do empate de terça-feira por 2 a 2 contra a Bolívia, obtido apenas aos 45 minutos do segundo tempo, o atacante Alexis Sanchez afirmou que sente falta do palmeirense, dizendo-se "desesperado" por não receber a bola na frente.

Até mesmo a mulher do meia alviverde, Daniela Aranguiz, veiculou em uma rede social um pedido para o marido desistir da aposentadoria, mas a mensagem foi apagada depois. O que pode servir de motivação é a Copa América de 2015, que será disputada no Chile.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.