Tamanho do texto

Com resultado, time carioca ultrapassa a Ponte Preta, que ainda joga no sábado pela 29ª rodada

O Vasco assumiu, de forma provisória, a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B ao derrotar o Boa Esporte , por 2 a 0, em partida disputada na noite desta sexta-feira, em São Januário. Os gols da vitória da equipe cruz-maltina foram marcados no final do segundo tempo, por Douglas e Edmílson. O resultado fez o Vasco chegar aos 54 pontos ganhos, um a mais do que a Ponte Preta, que joga neste sábado. O Boa segue com 41, na sétima posição.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Série B do Campeonato Brasileiro

Mesmo enfrentando uma equipe muito desfalcada, o Vasco encontrou dificuldades para alcançar o resultado e só conseguiu chegar às redes do time mineiro depois dos 40 minutos do segundo tempo, quando a torcida já não acreditava na vitória. O Boa entrou com um time misto e resistiu com muita bravura, mas acabou vencido pela maior categoria do adversário.

O vascaíno Kléber em disputa de bola no confronto com o Boa Esporte pela Série B
Gazeta Press
O vascaíno Kléber em disputa de bola no confronto com o Boa Esporte pela Série B

Na próxima rodada, o Vasco vai visitar o Santa Cruz, na Arena Pernambuco. O Boa vai enfrentar o Vila Nova, em Varginha.

O jogo

Mesmo atuando com uma equipe mista, o Boa começou a partida dando um susto na torcida cruz-maltina. Morato arriscou de fora da área, o goleiro Jordi rebateu e Rodrigo desviou para escanteio, evitando com que o rebote fosse aproveitado por um adversário. Na cobrança, a bola sobrou para Betinho que chutou forte e carimbou o travessão.

O time do Vasco demorou a se recuperar do mau início e só aos sete minutos é que chegou na área do Boa. Douglas foi lançado na área, se enroscou com um zagueiro e caiu pedindo a marcação de pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

O time dirigido por Joel Santana melhorou de produção e passou a pressionar em busca do primeiro gol. Aos 12 minutos, Kleber deu uma meia-lua no adversário, mas acaba chutando em cima do goleiro Emerson, que saiu com precisão para fechar o ângulo.

O Boa apenas se defendia, e, aos 17 minutos, Maxi Rodriguez recebeu de Dakson, se livrou de dois marcadores com um belo drible e tocou na saída de Emerson,mas a bola saiu bem junto da trave esquerda.

O time mineiro mostrava segurança na defesa e tentava sair em velocidade para o ataque, com o objetivo de surpreender a equipe carioca. Aos 23 minutos, após troca rápida de passes, Malaquias chutou forte, a bola bateu em Rodrigo e sobrou para Eric, que mandou uma bomba para encobrir o travessão defendido por Jordi.

Aos 29 minutos. Kleber recebeu na área e foi desarmado quando tentava a conclusão.A bola sobrou para Maxi Rodriguez que chutou rasteiro. A bola desviou na zaga e saiu para escanteio. Dois minutos depois, Maxi Rodriguez, o mais efetivo da equipe carioca, bateu forte da entrada da área e o goleiro Emerson defendeu parcialmente, mas a zaga aliviou o perigo.

O uruguaio voltou a aparecer bem aos 38 minutos quando enfiou a bola para a penetração de Pedro Ken, mas o goleiro Emerson saiu com precisão e fez a defesa.

O Vasco controlava as ações,mas não conseguia penetrar na bem armada defesa do Boa.Aos 43 minutos, o volante Fabrício se projetou ao ataque,invadiu pela direita e chutou cruzado,mas a bola saiu, sem levar perigo. No último lance da etapa iniclal, Marlon cabeceou e a bola encobriu a trave.

O técnico Joel Santana tentou dar mais agressividade ao time e,no intervalo, trocou o volante Fabrício pelo atacante Edmílson. Aos três minutos, o goleiro Emerson teve que sair na cabeça de Rodrigo para afastar o perigo,após cruzamento de Marlon.

Com a entrada de Edmilson, Pedro Ken se transformou no único cabeça de área da equipe,enquanto Kleber recuou para que Edmílson se transformasse em ponto de referência no setor ofensivo. O Vasco passou a pressionar em busca do primeiro gol.

Aos oito minutos, Emerson voltou a aparecer com destaque. Após cruzamento na área, Lula tentou afastar o perigo,mas sua cabeçada quase encobriu o goleiro do Boa que praticou grande defesa.

Dois minutos, o Vasco trocou passes em velocidade e o cruzamento de Marlon encontrou Douglas entrando livre pelo meio, mas a conclusão do meia bateu no travessão, em mais uma chance perdida. Aos 14 minutos foi a vez de Diego Renan chutar cruzado, mas o goleiro Emerson desviou para escanteio.

Só aos 20 minutos é que o Boa voltou a ameaçar o Vasco, em conclusão de Betinho que chutou cruzado e a bola passou perto da trave direita.

Logo depois, Joel Santana trocou Maxi Rodriguez por Montoya e recebeu vaias de parte da torcida, inconformada com a saída do meia uruguaio. O Vasco não conseguia mais chegar com perigo ao gol mineiro, o treinador então tirou Kleber e colocou Lucas Crispim, tentando dar mais força ao ataque.

As alterações deram resultado. Aos 40 minutos, o Vasco marcou. Douglas bateu falta da intermediária, a bola passou por vários jogadores e enganou o goleiro Emerson. Aos 44 minutos, Montoya fez grande jogada individual, driblou três adversários e acertou a trave direita, mas Edmílson apanhou o rebote e definiu o resultado da partida.

FICHA TÉCNICA -  VASCO-RJ 2 X 0 BOA ESPORTE-MG

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 10 de outubro de 2014, sexta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Público: 7.880 pagantes
Árbitro: Antônio Neuriclaudio Costa (AC)
Assistentes: Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO) e Jean Carlos Rodrigues da Silva (AC)
Cartões Amarelos: Kleber, Dakson (Vasco); Romão, Eric, Ciro Sena, Piauí, Malaquias (Boa)
Gols:
VASCO: Douglas, aos 40, e Edmílson, aos 44 minutos do segundo tempo

VASCO: Jordi, Diego Renan, Rodrigo, Douglas Silva e Marlon; Fabrício (Edmílson), Pedro Ken, Dakson e Douglas; Maxi Rodriguez (Montoya) e Kleber Gladiador (Lucas Crispim)
Técnico: Joel Santana

BOA ESPORTE: Emerson; Eric, Ciro Sena, Lula e Piauí; William Magrão (Jaildo), Wilian Favoni (William Mineiro), Betinho e Morato; Romão (Vini) e Malaquias
Técnico: Nedo Xavier

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.