Tamanho do texto

Antes de descanso por conta da longa viagem, jogadores que atuam na Europa foram à campo para o primeiro treino

Messi na chegada a Pequim. Ele foi muito festejado por torcedores chineses
DIVULGAÇÃO/AFA
Messi na chegada a Pequim. Ele foi muito festejado por torcedores chineses

A Argentina, de Lionel Messi e Ángel Di María, já está na China. Os jogadores da vice-campeã do mundo que atuam fora do país desembarcaram na manhã desta terça-feira em Pequim, onde vão encarar Neymar e companhia pelo Superclássico das Américas, neste sábado. O comandante Gerardo Martino e sua comissão técnica já estavam em solo chinês desde segunda-feira. O goleiro reserva Nahuel "Paton" Gusmán também já havia chegado.

Mesmo assim, o plantel hermano ainda não está completo. Por conta da rodada do Campeonato Argentino do último fim de semana, mais três atletas que atuam no futebol local chegarão a Pequim, nesta quarta-feira, para a disputa do amistoso: o goleiro Agustín Marchesin (Lanús), o volante Fernando Gago (Boca Juniors) e o meia Leonel Vangioni.

Brasileiros e hermanos se enfrentam neste sábado, às 09h05 (de Brasília), no Estádio Nacional Ninho do Pássaro, em Pequim. Na próxima terça-feira, a Seleção Brasileira volta a campo contra o Japão, em Cingapura, enquanto a Argentina mede forças com Hong Kong.

Sob o comando de Tata Martino, a alviceleste goleou a Alemanha, por 4 a 2, na cidade de Dusseldorf, no primeiro jogo após a derrota na final da Copa do Mundo, no Maracanã, quando os alemães venceram, por 1 a 0, com o gol marcado por Mario Gotze, no segundo tempo da prorrogação.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.