Tamanho do texto

Time mineiro marcou dois gols no primeiro tempo e ainda perdeu um pênalti no segundo. Alex fez o da equipe colorada

O Cruzeiro está mais perto do título brasileiro. Neste sábado, o time mineiro se impôs ao vice-líder Internacional e venceu o jogo no Mineirão lotado por quase 52 mil torcedores, por 2 a 1. Agora, nove pontos separam a Raposa do Colorado: 56 a 47. Marcelo Moreno e Marquinhos marcaram os gols da vitória, ainda no primeiro tempo, e Alex descontou para o Inter na etapa complementar.

Confira a classificação do Brasileirão e os próximos jogos

Com uma escalação conservadora, o Inter adotou uma postura defensiva no primeiro tempo. Acabou dominado pelo Cruzeiro, que fez 2 a 0 e correu poucos riscos. Na segunda etapa a equipe gaúcha se abriu e adotou uma postura mais agressiva. O Cruzeiro perdeu um pênalti com Willian, Alex descontou logo depois e a partida ganhou em emoção A Raposa, porém, conseguiu sustentar o importante resultado.

Marcelo Moreno celebra o primeiro gol do Cruzeiro sobre o Internacional
DENIS DIAS/Gazeta Press
Marcelo Moreno celebra o primeiro gol do Cruzeiro sobre o Internacional

Com a vantagem ainda maior na ponta, o Cruzeiro volta a campo nesta quarta, novamente no Mineirão, diante do Corinthians. O Inter terá um dia a mais de descanso: na quinta, visita a Chapecoense, na Arena Condá. Com a derrota, os gaúchos veem o São Paulo, com 46, encostar na briga pelo segundo lugar na tabela.

O jogo
O Inter entrou com uma escalação surpreendente: dois volantes, Aránguiz adiantado e Valdívia na vaga de Alex. Pouco adiantou: o Cruzeiro dominou os primeiros 45 minutos, com muito mais posse de bola desde o início. Chance nos minutos iniciais, porém, apenas uma: aos quatro, Willian tocou para Éverton Ribeiro chutar forte, mas Dida pegou.

O Inter seguiu fechado, diminuindo os espaços, mas vacilou pela primeira vez aos 19 minutos. Foi fatal: Aránguiz perdeu a bola para Marcelo Moreno na área, Willian driblou e tocou para o próprio Moreno fuzilar: 1 a 0 para o Cruzeiro. Festa dupla para a torcida, que comemorava, quase que no mesmo instante, a derrota parcial do Atlético-MG para o Criciúma, vibrando com os gols anunciados pelo sistema de som do Mineirão. Foi o 13º gol do boliviano, artilheiro isolado do Brasileirão.

O Cruzeiro seguiu em cima, não se acomodando com a vantagem obtida. Mesmo perdendo, o Inter seguiu recuado demais. Teve uma chegada perigosa apenas, em cabeçada de Rafael Moura para fora após cruzamento de Aránguiz, e nada mais. Aos 33, a Raposa ampliou: Egídio cruzou da esquerda e Marquinhos se esticou todo para marcar no segundo pau: 2 a 0.

Cruzeiro venceu o Inter no duelo direto
Getty Images
Cruzeiro venceu o Inter no duelo direto

Para o segundo tempo, o técnico Abel Braga colocou o Inter de maneira bem mais agressiva, com Alex no lugar de Wellington. Coincidência ou não, o Colorado quase diminuiu logo de cara: em falta ensaiada, Alex rolou para D’Alessandro chutar na trave. A bola bateu em Fábio, quicou sobre a linha e a zaga afastou. Na sequência do lance, Dedé afastou cruzamento que já havia vencido o goleiro cruzeirense.

Na jogada seguinte, porém, a tentativa de reação do Inter quase sofreu um forte golpe: Juan agarrou Marcelo Moreno na área, e o árbitro marcou pênalti. Porém, Willian bateu muito mal, por cima do gol. O jogo se complicou para os mineiros aos 10: Alex arrancou pelo meio e soltou uma bomba, marcando um golaço, no ângulo de Fábio. O meia colorado voltou endiabrado: aos 16, deu lindo passe para Valdívia, mas Egídio cortou na hora do arremate.

O Cruzeiro deu uma acalmada no jogo e quase fez o terceiro aos 23: Éverton Ribeiro levantou falta na área, Dida defendeu com o pé, Marcelo Moreno pegou o rebote e Gilberto tirou em cima da linha. A seguir, Marcelo Oliveira tirou Willian e Éverton Ribeiro e colocou Nílton e Dagoberto, para dar mais robustez à marcação e velocidade ao ataque. O Cruzeiro manteve o jogo sob controle e ainda levou perigo aos 34, em chute de Marquinhos defendido por Dida.

Abelão então tirou seu último volante, Willians, e colocou em campo Alan Patrick, arriscando tudo. Quem levou perigo, porém, foi o Cruzeiro: aos 39, Egídio fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Marcelo Moreno desviar para fora.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 x 1 INTERNACIONAL

Local : Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data : 4 de outubro de 2014, sábado
Horário : 16h20 (de Brasília)
Árbitro : Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes : Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho van Gasse (Fifa-SP)
Renda : R$ 2.948.985,00
Público : 51.994
Cartões amarelos : Dedé e Henrique (Cruzeiro); Willians, Rafael Moura, Juan e D’Alessandro (Internacional)

GOLS :
CRUZEIRO: Marcelo Moreno, aos 19, e Marquinhos, aos 33 minutos do primeiro tempo
INTERNACIONAL: Alex, aos 10 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO : Fábio; Mayke, Dedé, Manoel e Egídio; Lucas Silva, Henrique e Éverton Ribeiro (Nílton); Marquinhos, Marcelo Moreno (Borges) e Willian (Dagoberto)
Técnico : Marcelo Oliveira

INTERNACIONAL : Dida; Gilberto, Paulão, Juan e Fabrício; Willians (Alan Patrick), Wellington (Alex), Aránguiz, D’Alessandro e Valdívia (Leandro); Rafael Moura
Técnico : Abel Braga

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.