Tamanho do texto

Valor deve ser pago a Federação de Atletas e diz respeito a 0,8% dos € 43 milhões da transferência do atacante para o time francês acrescidos de correção monetária e juros de 1% ao mês

Lucas foi vendido pelo São Paulo por € 43 milhões ao Paris Saint-Germain
Vipcomm
Lucas foi vendido pelo São Paulo por € 43 milhões ao Paris Saint-Germain

A venda de Lucas para o Paris Saint-Germain ainda vai dar dor de cabeça ao São Paulo . O clube do Morumbi foi condenado nesta quinta-feira a pagar R$ 1,1 milhão para a Faap (Federação das Associações dos Atletas Profissionais). O valor diz respeito a 0,8% dos € 43 milhões da transferência do atacante para o time francês acrescidos de correção monetária e juros de 1% ao mês.

A Faap tem direito a 0,8% de todas as transferências do futebol brasileiro, de acordo com a Lei Pelé. O dinheiro deve ir a um fundo de assistência a atletas, ex-atletas e jogadores em formação.

“O atleta Lucas Rodrigues Moura da Silva foi objeto de transferência a clube internacional, sem o recolhimento das contribuições devidas à Faap. Nese sentido, comprova que a transferência se deu pelo importe de €43.00.00,0, devendo-se, dada a já firmada constitucionalidade e legalidade da contribuição, a cobrança recair sobre tal valor, utilizando-se da cotação do euro vigente na data da efetiva contratação, data do fato gerador, qual seja, 07/08/2012”, escreveu a juíza Mariana de Souza Neves Salinas, da 31ª Vara Cível de São Paulo.

Cabe recurso da decisão ainda por parte do São Paulo.

Oscar

A Faap também pediu na ação 0,8% dos R$ 15 milhões recebidos como indenização pela ida de Oscar do São Paulo para o Internacional. Mas, na visão da juíza Salinas, a saída do meia não foi uma transferência, mas uma rescisão após longa briga judicial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.