Tamanho do texto

Autor de dois gols no clássico mineiro, atacante diz que time ganha confiança e não descarta brigar pelo título com o rival

Carlos comemora seu primeiro gol com o atacante Diego Tardelli
Yuri Edmundo/Gazeta Press
Carlos comemora seu primeiro gol com o atacante Diego Tardelli

No clássico deste domingo, o Atlético-MG bateu o Cruzeiro por 3 a 2 com mando de campo da Raposa no Mineirão. Diante do estádio lotado de cruzeirenses, o atacante Carlos, revelado nas categorias de base do Galo, teve boa atuação e apareceu nos momentos certos, balançando as redes duas vezes e confirmando a vitória de sua equipe. Após a partida, o jovem de 19 anos falou sobre o triunfo.

"Estou realizando o sonho de jogar dentro da casa do Cruzeiro, grande rival, fazer dois gols e sair com a vitória. Sempre sonhei com isso e estou realizando. Agora é só comemorar porque a alegria é imensa. Pegamos mais confiança agora que batemos o líder e estamos perto do G-4", disse, muito emocionado. E foi além: "Quem sabe a gente encosta no Cruzeiro mais ainda e é campeão".

Leia mais: Atlético-MG marca nos minutos finais e bate Cruzeiro no Mineirão

Tardelli, autor do segundo gol, ressaltou a importância da vitória sobre o maior rival para dar confiança para a sequência no Campeonato Brasileiro . "A vitória era fundamental. Temos dois jogos em casa, e vencendo hoje, começamos a brigar lá em cima pelo G-4. Ganhar do Cruzeiro, do líder, é mais motivante ainda", comentou o jogador.

Confira a classificação, artilharia e mais notícias do Campeonato Brasileiro

Para Guilherme, responsável por iniciar a jogada do gol de Tardelli ao roubar a bola no meio de campo e tocar Dátolo fazer o cruzamento, a partida emocionante foi digna da rivalidade.

"Jogo digno de um clássico, um grande clássico. O Cruzeiro veio com todo o seu poderio jogando em casa. Acho que é nossa primeira vitória aqui no mando deles. É sempre bom vencer um clássico para dar força e ajudar na briga na parte de cima da tabela", afirmou o meia.

O Galo volta a campo na próxima quinta-feira, quando recebe o Santos no Independência, às 20h30 (de Brasília), em partida válida pela 24ª rodada do Brasileirão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.