Tamanho do texto

Treinador do Corinthians espera que sua equipe tenha postura parecida com a que exibiu diante da vitória sobre os mineiros

Mano Menezes, técnico do Corinthians
Luís Moura/Gazeta Press
Mano Menezes, técnico do Corinthians

A partida contra o Cruzeiro no primeiro turno do Campeonato Brasileiro é a referência de Mano Menezes para o clássico de domingo, contra o São Paulo . O técnico do Corinthians quer, em Itaquera, comportamento semelhante ao que rendeu uma vitória por 1 a 0 sobre o líder, no Canindé, em maio.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Brasileirão

Como aconteceu no confronto pré-Copa do Mundo referido por ele, a formação alvinegra chega pressionada ao embate do fim de semana. Mais uma vez, terá pela frente um adversário mais ofensivo, em melhor momento e, como admite o próprio comandante preto e branco, em estágio mais avançado na sua construção.

"Vou dizer aos jogadores a mesma coisa que disse quando jogamos contra o Cruzeiro: ‘Eles não podem jogar como gostam, vamos tirá-los da zona de conforto deles’. Vamos ver quem consegue se sair melhor no domingo", afirmou Mano, que provavelmente reforçará o meio-campo com mais um volante, Bruno Henrique.

E mais: Clássico entre Corinthians e São Paulo tem 32 mil ingressos vendidos

Na vitória sobre o Cruzeiro de 28 de maio, o hoje suspenso Petros foi um dos destaques, com muita marcação. Mas o Corinthians não se limitou a marcar, conseguiu agredir o favorito e, empurrado pela Fiel, chegou ao gol em um chute de Guerrero aceito por Fábio. A receita, contra o São Paulo, será a mesma.

"Certamente, as equipes têm filosofias muito diferentes para o clássico. Será uma equipe mais solta, com uma movimentação ofensiva muito intensa, contra uma equipe mais presa, porque está em outro estágio. O São Paulo está em um trabalho de um ano, que deu um salto com a chegada do Kaká. É visível isso. Temos também a nossa característica", disse Mano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.