Tamanho do texto

Equipe paranaense sonha em voltar a vencer no Brasileirão; já os gaúchos querem manter a vantagem e seguir no G4

Ainda vivendo um momento de instabilidade, que não foi resolvido com a chegada do técnico Claudinei Oliveira, o Atlético Paranaense quer aproveitar o fator casa e os altos e baixos do Internacional , para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro , neste sábado, às 18h30 (de Brasília), na Arena da Baixada. O adversário, por sua vez, precisa somar pontos, já que a ‘gordura’ acumulada no G4 já foi queimada e a posição estará ameaçada em caso de derrota.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Brasileirão

Atlético-PR quer aproveitar o fato de jogar em casa para bater o Internacional
Giuliano Gomes/ Agif/Gazeta Press
Atlético-PR quer aproveitar o fato de jogar em casa para bater o Internacional

A zona de rebaixamento ainda não é uma preocupação pelos lados da Baixada. Porém, um tropeço em casa com uma rodada favorável aos times que estão atrás na classificação, acenderá o sinal amarelo e pode tumultuar de vez o ambiente. Entretanto, mai suma vez o comandante rubro-negro, que na derrota para ao Cruzeiro modificou a formação, optando por três zagueiros, terá desfalques para montar o time.

O treinador contará com os atacantes Dellatorre e Cléo, além do meia Carlos Alberto, que se recuperam de lesão no departamento médico, e com o zagueiro Dráusio, que segue poupado após sofrer microlesões na face. A novidade na lista de relacionados fica por conta da presença do atacante Marco Damasceno, de 18 anos, revelado pelas categorias de base atleticanas. A escalação somente será revelada momentos antes da partida e a tendência é de que algumas mudanças ocorram, inclusive no esquema tático.

Empate contra o Sport pelo menos serviu para manter o Internacional no G4
Renato Spencer/Getty Images
Empate contra o Sport pelo menos serviu para manter o Internacional no G4

O empate obtido na Arena Pernambuco com o Sport acabou mantendo o Internacional no G4. O time gaúcho foi favorecido pelos tropeços de São Paulo, Fluminense, Corinthians e Grêmio e se manteve no 3º lugar, com 38 pontos. Apesar de reconhecer que o time não exibiu seu melhor futebol em Recife, o técnico Abel Braga avaliou que o Colorado fez por merecer a vitória na última rodada.

"Merecíamos o resultado positivo. Nós colocamos muita intensidade, mas não estivemos no nosso nível. Viemos aqui para ganhar o jogo, e, se tivéssemos jogado mais, ganharíamos. Nós lutamos muito, mas não soubemos aproveitar a vantagem numérica. Mas não desvalorizo o ponto conquistado, pois sei da dificuldade de jogar aqui", afirmou o técnico.

A tendência é que a escalação seja a mesma que empatou com o Leão da Ilha na última quarta-feira. Os laterais Wellington Silva e Cláudio Winck seguem em recuperação de lesão e ficarão de fora. O zagueiro Juan, que também não tem atuado, deve dar lugar a Paulão. Na frente, embora seja improvável, existe a chance de Rafael Moura e Wellington Paulista serem escalados. O primeiro não faz gol há 48 dias; o segundo, desde maio. Ainda assim, Abelão gostou de ver ambos lado a lado na última quarta-feira.

"Todo atacante passa por isso, mas hoje houve uma relação muito boa dos dois, que poderá ser usada futuramente", projetou o treinador colorado, após o 0 a 0 em Pernambuco. Principal reforço do Inter neste segundo semestre e provável titular, o atacante Nilmar ainda não tem condições físicas de começar jogando. Apresentado com pompa pelo clube nesta sexta, o jogador de 30 anos sequer tem uma data de estreia prevista pelo departamento médico e comissão técnica do clube.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR X INTERNACIONAL-RS

Local : Arena da Baixada, em Curitiba-PR
Data : 20 de setembro de 2014, sábado
Horário : 18h30 (de Brasília)
Árbitro : Flávio Rodrigues de Souza-SP
Assistentes : Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Márcio Luiz Augusto-SP

ATLÉTICO-PR : Weverton; Sueliton, Gustavo, Cleberson e Natanael (Willian Rocha); Deivid, João Paulo e Marcos Guilherme (Bady); Douglas Coutinho, Mosquito (Marcos Guilherme) e Marcelo.
Técnico : Claudinei Oliveira

INTERNACIONAL : Dida; Gilberto, Ernando, Paulão e Fabrício; Wellington, Aránguiz, Alex, D’Alessandro e Eduardo Sasha; Wellington Paulista
Técnico : Abel Braga

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.