Tamanho do texto

Hoje jogador do Queens Park Rangers, Rio Ferdinand conta que atacante tinha ataques de fúria, mas se acalmou

Rooney, atacante do Manchester United
Getty Images
Rooney, atacante do Manchester United

Hoje zagueiro do Queens Park Rangers, Rio Ferdinand defendeu o Manchester United por mais de uma década. No livro que está sendo publicado nas edições do tabloide The Sun , ele conta algumas histórias dos bastidores do clube. Na edição desta quinta-feira, o episódio envolveu os ataques de fúria no passado do atacante Wayne Rooney.

"Rooney sempre me pareceu um jovem muito zangado, sempre discutindo com pessoas de fora do campo de treinamento, especialmente no telefone. Ele parecia ter ataques de fúria com as pequenas coisas. Tinha telefones celulares como se fossem brinquedos. Ele os quebrava quando estava frustrado, jogava na parede. Eu não sei o que aconteceu, mas ele se acalmou", contou Ferdinand.

Os dois foram companheiros no Manchester United por dez anos. Em 2004, o zagueiro já estava lá quando o atacante deixou o Everton para defender o time de Old Trafford. Juntos, conquistaram a Liga dos Campeões em 2009.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.