Tamanho do texto

Técnico repete jogadores de Atlético-MG, Botafogo, Cruzeiro, Corinthians e Santos. Novidades estão nas duas laterais

Dunga convocou nesta quarta-feira a seleção brasileira para os jogos contra Argentina e Japão, dias 11 e 14 de outubro. O técnico manteve a base da lista dos jogos contra Colômbia e Equador em setembro. As novidades estão nas laterais, com Mario Fernandes, lateral-direito do CSKA, ex-Grêmio, e Dodô, ex-Corinthians, hoje na Inter de Milão.

O técnico repetiu todos os jogadores de clubes brasileiros chamados há um mês: Jefferson, do Botafogo, Diego Tardelli, do Atlético-MG, Robinho, do Santos, Elias e Gil, do Corinthians e Everton Ribeiro e Ricardo Goulart, do Cruzeiro. Ele preteriu atletas do São Paulo, time que mais pontuou nas últimas 10 rodadas do Brasileirão. 

Os 22 jogadores convocados para os amistosos contra Argentina e Japão

A preparação e os jogos da seleção brasileira em Pequim (contra a Argentina) e contra o Japão (em Cingapura) acontecem nas mesmas datas de duas rodadas do Brasileirão e ainda da partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Todos os times com jogadores convocados perderão seus atletas nessas datas. 

Dunga explicou que preferiu manter a base da primeira convocação para dar continuidade ao que foi feito nos dias em que a equipe esteve reunida nos Estados Unidos para os primeiros amistosos. Nesta quinta-feira, Alexandre Gallo convoca jogadores para o time sub 21, que joga amistosos nas mesmas datas da seleção principal ainda sem rivais definidos. 

"Entendemos a situação dos clubes brasileiros, mas também temos de pensar na montagem da seleção. Logo em seguida teremos Copa América, e nós temos de ter uma estrutura. Se nós abrirmos exceção, toda convocação vamos ter problema de chamar ou não. Quando você não chama jogadores, tem muita reivindicações que partem de vocês da imprensa. Se você chama, tem pressão. Se não chama, tem pressão da mesma forma", disse Dunga em entrevista coletiva.

José Maria Marin, sem se ruborizar, disse que os clubes foram compreensivos. "Agradecer aos clubes pela colaboração. Temos diálogo aberto com clubes que estão perdendo seus jogadores. O grande interesse aqui é valorizar o of tuebol brasileiro. Com a compreensão dos clubes brasileiros. O grande sonho de todo jogador que começa a jogar é chegar um dia à seleção. E esse é também o pensamento dos dirigentes", disse o presidente da CBF.

Durante a coletiva, Gilmar Rinaldi, coordenador da seleção brasileira, anunciou que Edu, jogador do Santos nos anos 60 e 70, campeão da Copa no México no tricampeonato da seleção, será o auxiliar de Dunga nos dois amistosos. Ele ocupa o papel de Mauro Silva nos jogos de setembro. Haverá um rodízio de ex-jogadores na função.

Veja a lista

Goleiros
Jefferson (Botafogo)
Rafael Cabral (Napoli)

Zagueiros
David Luiz (PSG)
Marquinhos (PSG)
Gil (Corinthians)
Miranda (Atlético de Madri)

Laterais
Mario Fernandes (CSKA)
Filipe Luís (Chelsea)
Dodô (Inter de Milão)
Danilo (Porto)

Meio-campistas
Luiz Gustavo (Wolfsburg)
Elias (Corinthians)
Fernandinho (Manchester City)
Ramires (Chelsea)
Oscar (Chelsea)
Everton Ribeiro (Cruzeiro)
Philippe Coutinho (Liverpool)
Willian (Chelsea)

Atacantes
Robinho (Santos)
Ricardo Goulart (Cruzeiro)
Neymar (Barcelona)
Diego Tardelli (Atlético-MG)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.