Tamanho do texto

Volante do Palmeiras sentiu dores na coxa direita e atuou por mais de dez minutos com o problema diante do Criciúma

Enquanto a torcida e seus colegas comemoravam o gol da vitória sobre o Criciúma, Marcelo Oliveira conversava com o médico Otávio Vilhena. O volante, que virou zagueiro durante o jogo por conta da saída de Tobio, machucado, sentiu dores na coxa direita e atuou por mais de dez minutos com o problema. Sacrifício recompensado ao ver o torcedor que vaiou no intervalo aplaudir o Palmeiras no Pacaembu.

"Foi uma vitória muito importante. No primeiro tempo, as coisas não estavam dando muito certo e terminou com a torcida pegando um pouco no pé. Faz parte, torcida é emoção e o que fazemos dentro de campo reflete fora. E o jogo terminou refletindo com palmas, graças a Deus", aliviou-se Marcelo Oliveira.

Veja imagens dos jogos desta rodada do Brasileirão:

Os jogadores, titulares e reservas, fizeram uma roda no gramado e, após rápida conversa, retribuíram os aplausos da torcida. Com os três pontos somados nesta noite diante de um rival direto na luta contra o descenso, o Verdão se afastou da zona de rebaixamento. E Marcelo Oliveira teve o seu esforço com final feliz.

"Senti uma fisgada na posterior, mas, como já tinham sido feitas as três substituições, tive que ir no sacrifício. Nessas horas, tem que se sacrificar", relatou, agradecendo aos colegas, que atenderam ao seu pedido e não o deixaram exposto para garantir o resultado.

"É uma situação que, na hora de pique mais forte, você corre o risco de abrir mais ainda e pode prejudicar em algum lance porque fica limitado. Todos sabiam e ficaram próximos a mim se eu precisasse de ajuda, estiveram perto. Valeu o esforço de todos", comemorou, ciente, porém, que deve ser desfalque no sábado.

"A pancada foi uma paulistinha que deu uma inchada, mas isso é normal. O incômodo que preocupa mais um pouco foi no pique em que senti. Amanhã (quinta-feira), vou fazer exame para saber o que foi. Se Deus quiser, não vai ser nada", disse Marcelo Oliveira, que, dificilmente, entrará em campo contra o Fluminense, assim como Tobio, sacado com dores na coxa esquerda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.