Tamanho do texto

Estreia do técnico marcou a primeira partida do clube paranaense com os portões abertos no Brasileirão. Torcida protestou após empate por 1 a 1 contra o Palmeiras

O Atlético-PR decepcionou o torcedor que compareceu à Arena da Baixada pela primeira partida do time em casa com portões abertos pelo Campeonato Brasileiro e não passou de um empate em 1 a 1 com o Palmeiras, provocando protesto nas arquibancadas após o apito final. O resultado tira o Furacão do grupo dos 10 primeiros colocados ao final do primeiro turno, pouco para uma equipe que há um mês brigava para entrar no G4. Estreante da noite, o técnico Claudinei Oliveira saiu insatisfeito do gramado.

"Estou chateado com o resultado. E não tem mágica no futebol. Não iria chegar aqui e o time jogar do jeito que eu quero, com a bola no chão, evitando a ligação direta. E não é do dia para noite que vai mudar", avaliou o treinador rubro-negro, que não terá muito tempo para trabalhar e fará boa parte das mudanças na base da conversa. "Temos pouco tempo. Temos dois jogos na próxima semana. Espero que eles entendam. Mas, eu vim sabendo que teria muito trabalho. Vamos fazer o Atlético ter um padrão de jogo mais definido", avaliou.

Claudinei, entretanto, fez questão de fazer uma ressalva. Apesar de querer colocar outro padrão de jogo no Rubro-Negro, nem a qualidade do grupo nem mesmo o trabalho dos treinadores que passaram pela Baixada nos últimos meses estão sendo responsabilizados pela queda de produção. "O trabalho é grande, mas não pela falta de qualidade do elenco. É para implantar uma filosofia. Eles trazem uma forma de jogar que vem de tempo. Não quer dizer que quem passou fez errado. Tem qualidade e temos que trabalhar para ver se as cosias acontecem", projetou.

O próximo desafio do Atlético-PR na competição acontecerá na quarta-feira, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Sem muito tempo para treinar, o time volta para Curitiba, onde no domingo já encara o Vitória, na Arena da Baixada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.