Tamanho do texto

Campeonato de 2014 tem a pior média de gols desde 2003, mas queda da qualidade do jogo não interfere no público

Os novos estádios construídos para a Copa do Mundo foram decisivos para que a média de público do Campeonato Brasileiro de 2014 não sofresse uma queda nesta temporada. No seu pior ano técnico desde 2003, quando o torneio passou a ser disputado por pontos corridos, são as arenas que vêm mantendo a média de público acima dos 15 mil torcedores por jogo, o maior número nos últimos quatro anos. 

Brasileirão encerra turno com pior média de gols da história dos pontos corridos

Os times que vêm mandando seu jogos em estádios da Copa do Mundo apresentam média superior a 19 mil torcedores por jogo. Corinthians, Fluminense, Cruzeiro, Flamengo, Internacional, Botafogo e Bahia, que mandam seus jogos no Itaquerão, Maracanã, Mineirão, Beira-Rio e Fonte Nova puxam a fila. 

Veja fotos dos jogos que fecharam o primeiro turno do Campeonato Brasileiro

O São Paulo, apesar de não ter estádio de Copa, ajuda a média ficar alta com a política de barateamento no valor do preço dos ingressos, vendido em média a R$ 21,6. É o clube com a maior média de público do campeonato, com 29.969 pessoas por jogo no Morumbi. 

"Realmente a melhora de público está mais associada às novas arenas e a empolgação com o futebol do que com a qualidade do jogo. O problema é que logo estaremos novamente no mesmo patamar se não mudarmos o ambiente, tanto do jogo, como de marketing", disse Amir Somoggi, consultor de marketing e gestão esportiva.

Entre 2010 e 2013, a média de público dos jogos do Brasileirão não chegou a 15 mil por jogo. Foi de 14,8 mil em 2010, 14,9 em 2011, 13,01 em 2012 e 14,9 em 2013. Como boa parte dos times que jogam em estádios de Copa não puderam usufruir dos mesmos plenamente antes do Mundial (já que eles estavam sob administração da Fifa), a tendência é que a média de público aumente no segundo turno.

"Está claro o anseio do torcedor, muito mais ligado ao entretenimento que ao jogo em si", diz Somoggi, que lançará nesta terça-feira um levantamento sobre o perfil do torcedor, cada vez mais curioso em torno do que estádios novos podem oferecer. 

A média de gols do Brasileirão de 2014, após 190 partidas, é de 2,10 - foram 400 tentos após 19 rodadas. É a pior marca de um turno desde que os pontos corridos foram instituídos, em 2003.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.