Tamanho do texto

Cariocas não concordaram com a expulsão do zagueiro Dankler, que determinou o resultado do jogo em Minas Gerais

O Botafogo perdeu para o Atlético-MG e desperdiçou a chance de se afastar mais da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Os jogadores cariocas saíram de campo reclamando muito da arbitragem do paulista Flávio Rodrigues Guerra. Para os alvinegros, o árbitro foi rigoroso ao expulsar Dankler, além de não dar uma falta em Yuri Mamute no lance de que originou o gol mineiro.

Jogadores do Botafogo e o técnico Vagner Mancini reclamam com a arbitragem
Getty Images
Jogadores do Botafogo e o técnico Vagner Mancini reclamam com a arbitragem

"Tentamos, apesar de ter um a menos, injustamente ao meu ver. Não gosto de falar muito, mas tem momentos que você fica brabo com a arbitragem. Fizemos um grande jogo e merecíamos o empate", disse Bolatti.

Gabriel concordou com Bolatti e elogiou a atuação do Botafogo neste domingo. O volante reclamou bastantes dos lances polêmicos da partida. "Fizemos um bom jogo, mesmo com um a menos. O gol do Atlético-MG saiu de um erro da arbitragem. Mesmo na derrota, lutamos até o fim e a equipe está de parabéns. No entanto, por erro da arbitragem, não saímos pelo menos com empate", declarou.

O zagueiro Bolívar foi outro a criticar o árbitro. Para o defensor, o Botafogo teve diversas faltas não marcadas. "Todos viram que tiveram lances que o árbitro inverteu faltas que eram a nosso favor. Tivemos dois lances perigosos no ataque e ele não marcou", comentou.

O Botafogo volta a campo nesta quarta-feira para encarar o São Paulo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Para esta partida, o técnico Vagner Mancini não terá o volante Bolatti e o meia Ramírez, suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.