Tamanho do texto

O camisa 4 destacou o "espírito vencedor" de Dunga e ressaltou a liderança exercida por Neymar dentro do grupo

David Luiz em ação na vitória brasileira sobre a Colômbia
Mowa Press
David Luiz em ação na vitória brasileira sobre a Colômbia

Há oito semanas a Seleção Brasileira sofria a maior goleada de sua história: 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo. Passado. Pelo menos é o que garante o zagueiro David Luiz, titular na Era Felipão e titular também no jogo de estreia do técnico Dunga, na última quinta-feira. Segundo o beque, o Brasil agora tem novas características e a reflexão sobre a goleada já foi feita. "Bola para frente".

Na reestreia de Dunga, seleção brasileira derrota a Colômbia em Miami

"Acho que já tivemos tempo para assimilar, refletir, esquecer muita coisa, aprender com as coisas positivas e mantê-las para este novo ciclo, essa nora era. É um novo recomeço, onde muitos jogadores estão mais experientes e maduros", disse David.

David Luiz deixou o gramado em Miami, na vitória por 1 a 0 diante da Colômbia, aos 34 minutos do segundo tempo, reclamando de fortes dores no joelho. O jogador agora será observado e espera que não tenha sido na grave. Para ele, os colombianos fizeram algumas faltas mais desleais, algo totalmente desnecessário para um jogo amistoso. "Está mais ou menos".

O camisa 4 destacou o "espírito vencedor" de Dunga e ressaltou a liderança exercida por Neymar dentro do grupo. Na noite da última quinta, ele atuou ao lado de Miranda, mas sabe que seu companheiro de Paris Saint-Germain Thiago Silva voltará ao posto assim que se recuperar de lesão, muito provavelmente.

"Todo mundo tem sua forma de liderar, não é uma faixa no braço que muda muita coisa. O Neymar sempre foi um líder dentro da equipe, e continuamos no mesmo caminho". O próximo compromisso da Seleção Brasileira será na terça-feira, às 22 horas (de Brasília), contra o Equador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.