Tamanho do texto

Como o clube paulista não oficializou as demissões, eles temem que seja alegado abandono de emprego e não recebam o que têm direito

Os cinco jogadores que foram impedidos de treinar pelo Grêmio Barueri nesta quinta-feira - Nicolas, Maranhão, Jefferson, Careca e Maurício - compareceram à delegacia central de Barueri na última noite para registrar Boletim de Ocorrência contra o clube. Demitidos terça-feira passada, nenhum deles recebeu documentos referentes à rescisão contratual.

A medida foi tomada como forma de precaução pelos jogadores. Como o clube paulista não oficializou as demissões, eles temem que seja alegado abandono de emprego e não recebam o que têm direito - cinco meses de salários e direitos de imagem atrasados.

Nicolas, Maranhão, Jefferson, Careca e Maurício foram apontados como líderes da greve organizada pelos jogadores do Grêmio-SP no último dia 15. Os atletas recusaram entrar em campo para enfrentar o Operário-MT, pela Série D do Campeonato Brasileiro, e o clube acabou perdendo a partida por W.O.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.