Tamanho do texto

Com vitória por 3 a 0 no jogo de ida, time paranaense pode até perder por dois gols de diferença para o Flamengo no Rio e ainda assim avançará às quartas de final da Copa do Brasil

Repetindo sua estreia em 2012, quando o Coritiba também bateu o Flamengo por 3 a 0 , Marquinhos Santos já mostrou o resultado de poucos dias de trabalho à frente do Alviverde e praticamente encaminhou a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil . Para o técnico, agora é a hora de ter cautela, mas sempre assimilando a nova filosofia de trabalho em busca de mais vitórias e boas apresentações e, neste caso, da vaga par a próxima fase.

Na volta de Marquinhos Santos, Coritiba faz sua parte e bate Flamengo

"Uma vitória importante em um jogo difícil. Comecei minha filosofia já implantando algumas situações. Conseguimos o resultado, mas não é definitivo. Agora temos que ter cuidado para não sermos surpreendidos", analisou o treinador coxa-branca, que sabe muito bem qual postura cobrar de seu time. "As minhas equipes sempre foram equipes que procuram o jogo, mantém a posse de bola. E buscamos o jogo vertical, é isso que pretendemos para o Coritiba em relação a nossa filosofia de jogo", completou.

Confira as melhores imagens dos jogos das oitavas de final da Copa do Brasil:

O técnico agradeceu ao apoio do torcedor, que andava na bronca com o time, mas desta vez teve paciência e, ao final da partida, ovacionou seu comandante. "A torcida jogou junto, se fez presente desde o primeiro minuto incentivando, sem criticar no primeiro passe errado. E essa vitória é importante pelo que os jogadores se entregaram, e pela reposta que veio da arquibancada", avaliou.

Agora o foco muda para o Campeonato Brasileiro, pelo qual o Coxa encara o Atlético Mineiro, no domingo. Marquinhos destacou que sua equipe vive uma competição a parte e a prioridade, no momento, é fugir da degola. "O Coritiba joga nesse campeonato com mais oito equipes brigando para ficar na Série A. Claro que o jogo de hoje (quinta-feira) era importante para retomar a confiança. Mas, temos muitas batalhas a serem vencidas para tirar o Coritiba dessa situação em que se encontra", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.