Tamanho do texto

Meia diz que está em ótima forma e acredita que vive sua melhor fase desde que chegou ao clube do Morumbi, em 2012

Peça fundamental na arrancada do São Paulo no Campeonato Brasileiro , Paulo Henrique Ganso acredita que vive a melhor fase desde que chegou ao clube, há dois anos. Muito dessa melhora se deve, segundo ele, ao condicionamento físico que atingiu ultimamente.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Paulo henrique Ganso tem tido um papel fundamental nas últimas vitórias do São Paulo
Lucas Uebel/Getty Images
Paulo henrique Ganso tem tido um papel fundamental nas últimas vitórias do São Paulo

"O principal é isso, a parte física. Hoje, estou me sentindo super bem fisicamente. É o fator principal. Ganhei, ao longo desses últimos jogos, muito mais mobilidade. Consigo me movimentar mais, driblar, fazer giro, dar arrancada. Isso me ajuda durante os jogos. Era uma coisa que eu não tinha e voltei a ter", disse, nesta quarta-feira, ao Sportv .

Comprovam a boa fase do meia os gols e as assistências que tem oferecido à equipe. Nas duas últimas partidas, ele marcou gols fundamentais nas vitórias sobre Internacional e Santos. Antes disso, ainda, já tinha contribuído com quatro passes decisivos no Campeonato Brasileiro, competição em que seu time engatou uma série de quatro triunfos e saltou para a vice-liderança.

Veja ainda: Em boa fase no São Paulo, Pato rejeita proposta para retornar à Itália, diz site

"É minha melhor fase. Estou levantando o São Paulo, ajudando o São Paulo a se levantar, a buscar o título. Estou mantendo uma média de bons jogos, sem sentir contusão, mantendo o bom futebol que todo o mundo quer ver", avaliou-se o camisa 10, ao ser lembrado de que balançou a rede nos últimos dois jogos estando dentro da área, setor do campo em que é cobrado pelo técnico Muricy Ramalho a aparecer com maior frequência.

"O Muricy me cobra bastante mesmo, mas isso vai do jogador também. Eu escutei e estou entrando mais na área. De alguns jogos para cá, eu já vinha entrando mais, só que a bola não estava sobrando. Nos últimos, ela sobrou, e eu pude fazer os gols", sorriu, mostrando consciência do motivo pelo qual recebe cobranças insistentemente.

"As pessoas só me cobram por causa da minha qualidade. Todos sabem da minha qualidade. Eu também me cobro bastante por isso, porque sei que posso jogar muito mais em toda partida que eu entro", reconheceu o são-paulino.

A próxima partida de Ganso será nesta quinta-feira, diante do Criciúma, fora de casa, pela estreia na Sul-americana. A presença do meia está garantida principalmente pelo fato de que está suspenso no Brasileiro pelo acúmulo de cartões amarelos e não poderá enfrentar o Figueirense, também em Santa Catarina, no domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.