Tamanho do texto

Zagueiro não joga há aproximadamente dez meses e espera reencontrar o bom futebol de seu início no clube do Morumbi

Após sondagens do Fluminense, o zagueiro João Filipe foi finalmente apresentado pelo Avaí depois de um mês de treinos na Ressacada. Em 2011, ainda no São Paulo, o jogador foi apelido de Blackenbauer pelo então técnico Adilson Batista, em uma referência ao campeão mundial alemão Franz Beckenbauer. Agora em Santa Catarina, o defensor espera fazer valer a alcunha, mesmo sem atuar há cerca de dez meses.

João Filipe atuou no São Paulo em 2011, mas foi emprestado seguidas vezes
Vipcomm
João Filipe atuou no São Paulo em 2011, mas foi emprestado seguidas vezes

"Quando eu cheguei no São Paulo, o Adilson Batista me ajudou bastante, e eu espero viver esse momento que me fez ganhar o apelido de um ícone do futebol. Quero recuperar essa boa fase, voltar a ter esse apelido".

Podendo atuar também como lateral e volante, João Filipe, que chega por empréstimo do São Paulo, garante que está pronto para estrear neste sábado, contra o Santa Cruz, às 16h10, na Ressacada. Porém, ele terá de desbancar Pablo ou Bruno Maia, que formam a segunda defesa menos vazada da Série B.

"Os garotos estão bem, eu vim para ajudar e quero conquistar meu espaço devagar. Se o professor Geninho quiser me colocar onde for, eu posso. Não vim aqui para ficar de bobeira, quero ser titular novamente".

João Filipe guarda boas memórias em Florianópolis. Em 2010, quando defendia o Figueirense, conquistou o acesso à Série A e chamou a atenção do Botafogo.

"Quando eu era novo, joguei no Figueirense, meu momento era outro, espero ser feliz como eu fui lá. E o que mudou foi que eu fiquei um pouco mais velho. E quando a gente aprende a jogar futebol, é que nem andar de bicicleta, eu não desaprendi".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.