Tamanho do texto

"Seria uma honra ficar", disse o meio-campista argentino, que admitiu que sua família precisa dele na Argentina

O Bahia não terá o meio-campista argentino Leandro Romagnoli. Contratado e avisado que deveria se apresentar em julho ao Tricolor de Aço, o jogador ficou em Buenos Aires e disputou a final da Copa Libertadores da América com seu clube do coração, o San Lorenzo, que acabou por sagrar-se campeão do torneiro no começo de agosto. Triste por ter que deixar a Argentina e o time do Papa Francisco, o camisa 10 garantiu que cumpriria sua palavra e se apresentaria nos dias seguintes à final em Salvador, capital baiana. O fez, porém, não ficará.

Romagnoli não jogará no Bahia
Site oficial do San Lorenzo
Romagnoli não jogará no Bahia

Nesta quinta-feira, a assessoria de imprensa do Bahia divulgou um comunicado avisando que o jogador chegou a um "acordo financeiro referente à multa pela quebra contratual com o Esquadrão e embarcou rumo a Buenos Aires nesta madrugada". Em um vídeo gravado aos torcedores do clube brasileiro, Romagnoli afirmou que "seria uma honra ficar", mas que sua família precisa dele na Argentina.

O meia aproveitou para agradecer o carinho dos fanáticos e dos dirigentes do Tricolor, além de ressaltar o orgulho por ter sido muito bem tratado por todos. Ele afirmou ainda que adorou a cidade de Salvador. O jogador está proibido de defender as cores de qualquer outro clube brasileiro até o fim da temporada de 2015.

"Não adianta colocar no elenco um atleta com a cabeça longe. Estamos buscando a reação no Campeonato Brasileiro e precisamos de um grupo comprometido", disse o diretor de futebol, Rodrigo Pastana.

"Tenho a decisão tomada de voltar, porém quero deixar bem claro que o Bahia fez todo o possível para que eu pudesse ficar. Me sinto contente com isso, mas repito: neste momento, preciso ficar com a minha família", declarou Romagnoli.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.