Tamanho do texto

"Se, tecnicamente, poderíamos ter uma pequena vantagem agora, poderíamos ter prejuízo muito maior lá na frente. Não adianta ficar transferindo o problema", disse Mano Menezes

Dirigentes do Corinthians discutiram com o técnico Mano Menezes a possibilidade de pedir adiamento dos jogos em que a equipe estará desfalcada pela convocação da seleção brasileira. A opção foi não fazer à solicitação à Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Convocados para amistosos nos Estados Unidos nos dias 5 e 9 de setembro, Gil e Elias não poderão enfrentar Bragantino (Copa do Brasil, dia 3), Criciúma (Brasileiro, dia 7) e, provavelmente, Atlético-MG (Brasileiro, dia 11). Os estrangeiros Lodeiro, Romero e Guerrero também poderão ser baixas se forem servir suas seleções.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"O Corinthians não vai pedir o adiamento dos jogos. Nós nos reunimos e conversamos sobre o assunto. Se, tecnicamente, poderíamos ter uma pequena vantagem agora, poderíamos ter prejuízo muito maior lá na frente. Não adianta ficar transferindo o problema. Sou daqueles que pensam que o primeiro prejuízo é sempre o menor", afirmou o técnico Mano Menezes.

Além de não ver embasamento legal para o pedido - o que tornaria necessária uma negociação em outros termos -, o clube chegou à conclusão de que teria problemas de calendário na parte decisiva do Campeonato Brasileiro, com partidas encavaladas. A solução foi manter o calendário como está e reclamar de sua estrutura.

"Sabemos onde o problema precisa ser resolvido: é os clubes não jogarem competições durante as datas Fifa. Enquanto não resolvermos isso, sempre vai haver um desgaste. Lógico que o torcedor não vai compreender que dois dos seus principais jogadores vão desfalcar o time em três jogos, todos importantes, um em caráter eliminatório", comentou Mano.

Lodeiro relacionado

Nicolás Lodeiro espera finalmente fazer a sua estreia pelo Corinthians na quinta-feira. Cheio de problemas desde que foi contratado pelo clube do Parque São Jorge antes mesmo de sua participação na Copa do Mundo com a seleção uruguaia, o meia foi relacionado para a partida contra o Goiás, às 19h30 (de Brasília), no Itaquerão.

O jogador treinou por muito tempo no CT do Parque Ecológico até ter sua transferência, complicada pelas dívidas do Botafogo, ser concretizada. Quando finalmente a situação foi regularizada e ele viajou para enfrentar o Coritiba, no início do mês, sofreu, de acordo com o Corinthians, um acidente com uma saboneteira no hotel no Paraná.

"Ele está bem. Não teremos mais problema com o suporte do banheiro. O jogador vai estrear bem", afirmou o técnico Mano Menezes, que, após a longa espera pela regularização do atleta, precisou aguardar a problemática cicatrização no pé cortado no acidente durante o banho.

"É um jogador bastante completo. O Botafogo atuava com duas linhas de quatro, às vezes no 4-2-3-1. Ele sempre jogou por fora, pela direita ou pela esquerda. Contra a Inglaterra, na Arena Corinthians, jogou de volante por dentro, já que o adversário tinha meias por fora. Podemos fazer isso dependendo da situação. Ele certamente trouxe qualidade ao grupo", elogiou Mano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.