Tamanho do texto

"Eu achei que este era o momento. Eu quero me dedicar mais à família e me concentrar nos objetivos do Bayern", disse

Cortado da disputa da Copa do Mundo deste ano por causa de uma lesão nas costas, o meia Franck Ribéry decidiu não defender mais a seleção da França, o que significa que o jogador abre mão da disputa da Eurocopa de 2016, em seu país natal. A decisão do atleta que defende o Bayern de Munique foi comunicada nesta quarta-feira.

Ribéry não vai mais jogar na seleção francesa
Benoit Tessier/Reuters
Ribéry não vai mais jogar na seleção francesa

"Eu achei que este era o momento. Eu quero me dedicar mais à família e me concentrar nos objetivos do Bayern. E também deixar um lugar na seleção para jogadores mais jovens. É preciso saber quando parar. Eu vivi muita coisa. Agora é hora de outros irem à frente. Houve altos e baixos, mas agora é hora de ter um novo capítulo em minha vida", afirmou Ribéry em entrevista à revista Kicker.

O meia de 31 anos repete a atitude de Nasri, que nesta semana também decidiu não defender mais a seleção francesa, muito por causa de sua relação ruim com o técnico Didier Deschamps, que o deixou fora da lista de convocados para a Copa.

Ribéry disputou 81 partidas pela França, marcou 16 gols e deu 21 assistências. O ápice do jogador pela seleção nacional foi a conquista do vice-campeonato mundial em 2006.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.