Tamanho do texto

O corintiano Gil subiu de cabeça para dar a vitória ao clube do Parque São Jorge na reestreia do ídolo santista na Vila Belmiro

A invencibilidade do Santos na Vila Belmiro na temporada e o retrospecto imaculado de Robinho contra o Corinthians não resistiram ao duro clássico de domingo. Na tensa partida no litoral, a equipe do Parque São Jorge jogou com um a mais todo o segundo tempo e triunfou por 1 a 0, com um gol de cabeça de Gil aos 38 minutos.

Confira fotos da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro:

A boa (re)estreia de Robinho - apesar de um gol perdido na pequena área - havia acabado três minutos antes, com a substituição por Rildo. Com o camisa 7 no banco, os visitantes conseguiram o que buscavam em escanteio batido por Renato Augusto do lado esquerdo.

O triunfo do Corinthians teve muito a ver com o tenso primeiro tempo - com direito a agressão de Petros no árbitro - que acabou com a justa expulsão de Alison. Com um a mais, os comandados de Mano Menezes levaram sustos até quebrar a marca do rival em seu estádio neste ano.

O resultado colocou o time paulistano na terceira colocação do Campeonato Brasileiro, com 27 pontos, agora a apenas três do líder Cruzeiro. Já o Santos, estacionado nos 20, caiu para mais perto do meio da tabela de classificação.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 0 X 1 CORINTHIANS

Local:  Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 10 de agosto de 2014, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Marcio Luiz Augusto (SP)
Público: 12.329 pagantes
Renda: R$ 357.125,00
Cartões amarelos: Lucas Lima e David Braz (Santos); Guerrero, Gil e Fábio Santos (Corinthians)
Cartão vermelho: Alison (Santos)
Gol: Gil, aos 38 minutos do segundo tempo

SANTOS: Aranha; Cicinho, David Braz, Bruno Uvini e Zé Carlos; Alison, Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro (Rildo), Leandro Damião (Alan Santos) e Robinho (Geuvânio)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

CORINTHIANS: Cássio; Guilherme Andrade (Ferrugem), Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias, Petros (Renato Augusto) e Jadson (Romarinho); Romero e Guerrero
Técnico: Mano Menezes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.