Tamanho do texto

Técnico elogiou a chegada do atacante de 30 anos, mas evita colocar expectativa para a reestreia do ídolo como titular

Oswaldo de Oliveira, treinador do Santos, põe em dúvida a presença do reforço domingo
Flickr oficial do Santos
Oswaldo de Oliveira, treinador do Santos, põe em dúvida a presença do reforço domingo

Oswaldo de Oliveira não conseguiu esconder o ar de satisfação na entrevista coletiva desta quinta-feira, logo após o primeiro treino de Robinho no CT Rei Pelé, nesta terceira passagem pelo time da Vila Belmiro.

"Estou muito satisfeito, sim. Primeiro pela aplicação e esforço da direção do clube que já há algum tempo tentava viabilizar essa situação e finalmente essa semana conseguimos. Para nós todos, o Robinho é muito bem-vindo. O clube conseguiu reintegrar um dos maiores ícones de sua história, um jogador que simboliza a história do Santos. Realmente estou muito orgulhoso de poder, novamente, ter o ídolo", disse o técnico, que comandou o atleta em 2005.

E apesar de ter treinado entre os titulares, Robinho ainda não está confirmado na equipe que inicia o clássico contra o Corinthians, no próximo domingo, na Vila Belmiro. "Essa questão de titularidade é flutuante, mas é um jogador que, estando em condições, vai ser muito frequente na equipe do Santos. Jogar ele vai, não sei se inicia o jogo. A partir da chegada dele hoje (quinta), começamos uma série de avaliações, com exames isocinéticos, percentual de gordura. Ele veio para o campo com um GPS que armazenou as suas informações. Isso vai seguir amanhã no treinamento (sexta) e sábado e, recolhendo, vou me juntar à preparação física e, se tiver em condições, vai iniciar. Se julgarmos que não, reavaliamos e guardo ele para o segundo tempo", explicou Oswaldo. A última partida oficial que o atacante disputou foi dia 25 de abril, na derrota do Milan para a Roma por 2 a 0.

Apesar de Robinho ainda não estar no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, Oswaldo confia na regularização a tempo para contar com o atacante para o clássico válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Há uma confiança grande no clube que amanhã o nome dele constará no BID. O clube tomou todas as providências, com a boa vontade do Milan, amanhã estará devidamente inscrito", garantiu o comandante.

E com a chegada de Robinho, o treinador santista também não esconde que sua esperança em conquistar títulos também aumenta consideravelmente. "As nossas metas não mudam, não. O objetivo são os títulos, Copa do Brasil e Brasileiro. É claro que a minha expectativa melhora, que me torno mais otimista, não tenha dúvida", admitiu Oswaldo, lembrando também que Edu Dracena está prestes a retornar e deve reassumir o comando da zaga santista.

Apesar do espírito de garoto, o atacante de 30 anos deve se tornar um líder do elenco santista desde já. Prova disso é que logo na primeira entrevista do técnico Oswaldo de Oliveira com a contratação definida, cogitou-se a possibilidade do camisa 7 assumir a braçadeira de capitão do time.

"Robinho chegou agora e vamos avaliar. O Edu (Dracena) está voltando a qualquer momento, são dois que vão enriquecer muito a equipe, vão passar muita experiência dentro e fora de campo. Vou aguardar e a medida que forem acontecendo vamos avaliando e delegando poderes", comentou o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.