Tamanho do texto

Lateral admite que presença do atacante seria um motivo a mais de preocupação para defesa contra o Santos, no domingo

Fábio Santos, lateral do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Fábio Santos, lateral do Corinthians

O atacante Robinho foi apresentado pelo Santos nesta quinta-feira e causou preocupação imediatamente nos adversários. Na volta para São Paulo após a derrota para o Bahia pela Copa do Brasil nesta quarta, o lateral Fábio Santos admitiu que a presença do atacante seria um motivo a mais para a defesa do Corinthians se preocupar no clássico deste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Vila Belmiro.

"Sem dúvida nenhuma é uma preocupação, pois a gente sabe da qualidade do Robinho. Vamos torcer para que não dê tempo de toda papelada ficar pronta, ele não se apresentar, para que não possa estar no clássico", disse o lateral do Corinthians, que alimenta as esperanças de não ver o adversário em campo no domingo.

Apesar da preocupação demonstrada, não está certo que Robinho poderá voltar a atuar pelo Santos no clássico. Depois de apresentar o atacante, o clube da Vila Belmiro tenta regularizar a situação do jogador. Desta forma, a escalação agora depende do Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Fábio Santos, portanto, prefere aguardar a confirmação santista antes de pensar em como marcar o atacante adversário. "Vamos esperar acontecer para não ter dor de cabeça antes, descansar e depois ver o que o Mano vai passar para gente", completou o lateral, ciente do bom retrospecto de Robinho contra o Corinthians.

O santista foi um dos principais responsáveis pelo título da equipe da Vila sobre o Corinthians no Campeonato Brasileiro de 2002. Na ocasião, ainda tratado como uma jovem promessa, Robinho ganho o apelido de "Rei das Pedaladas", depois de ficar marcado por uma linda jogada sobre o lateral Rogério.

O fator Robinho, porém, não é o único apontado por Fábio Santos para a tese de que o Santos é favorito no clássico na Vila Belmiro. De acordo com o lateral do Corinthians, o desgaste por causa da viagem a Salvador também pode prejudicar o desempenho do time comandado por Mano Menezes.

"De repente o Santos pode ser considerado favorito porque é o time que descansou mais, teve mais tempo para analisar o jogo. Tivemos a viagem, que foi desgastante, mas agora vamos descansar para chegar bem no domingo", finalizou o lateral corintiano, no retorno a São Paulo após garantir a classificação na Copa do Brasil.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.