Tamanho do texto

Time carioca fez uma boa partida e deixou bem encaminhada a sua classificação às oitavas de final da Copa do Brasil

Cícero fez dois gols e ajudou o Fluminense a vencer o América-RN em Natal
NUNO GUIMARÃES/Gazeta Press
Cícero fez dois gols e ajudou o Fluminense a vencer o América-RN em Natal

O Fluminense mostrou um futebol envolvente na noite desta quarta-feira, derrotou o América-RN por 3 a 0 na Arena das Dunas, em Natal, e deixou encaminhada a sua classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. Cícero, duas vezes, e Darío Conca marcaram os gols que fazem o time carioca ter a vantagem de até mesmo poder perder por dois gols de diferença no jogo de volta, na próxima semana, no Rio de Janeiro.

Ao representante potiguar só resta devolver os 3 a 0, forçando a disputa de pênaltis, ou ganhar por três ou mais gols de vantagem e avançar.

O duelo

A partida começou com o América dando a impressão de que iria impor uma pressão. Marcelinho, em cobrança de falta frontal, fez a bola raspar o travessão aos três minutos. No lance seguinte foi a vez de Rodrigo Pimpão exigir a primeira defesa de Diego Cavalieri em chute da entrada da área.

Porém, o Fluminense conseguiu se arrumar em campo e conseguiu abrir o placar aos nove minutos. Chiquinho cruzou da esquerda, Cícero dominou a bola e acertou um belo chute, já dentro da área, para vencer o goleiro Fernando Henrique.

Com o Fluminense em vantagem, o América sentiu o golpe, mas procurou seguir no ataque. Só que dessa vez a defesa adversária conseguia encurtar os espaços, criando problemas para o adversário que, mesmo com homens de boa movimentação na frente, não tinha poder de penetração para finalizar. O time carioca, por sua vez, mesmo encontrando algum espaço, não aproveitava os contra-ataques, pecando sempre na hora do último passe.

Diante da dificuldade de penetração, o América chegou a esboçar alguns chutes de fora. Aos 29 minutos, Marcelinho arriscou o arremate e a bola passou à direita de Diego Cavalieri.

Se a derrota já era ruim, o América ainda sofreu um golpe aos 33 minutos. Após saída do gol em um cruzamento, Fernando Henrique se chocou com Jean Cléber e sentiu o golpe. O arqueiro deixou o campo chorando com dores na região da bacia e foi substituído por Dida. Cinco minutos depois Carlinhos quis testar o novo goleiro e chutou cruzado, mas Dida observou a bola bater na rede, só que pelo lado de fora.

O América respondeu aos 43 minutos. Marcelinho fez grande jogada individual pela direita, bateu cruzado e Max, na pequena área, porém sem muito ângulo, completou à direita do goleiro.

Logo aos três minutos do segundo tempo, quando o América ainda tentava se arrumar em campo, o Fluminense ampliou, novamente com a parceria que tinha gerado o primeiro tento. Chiquinho avançou pela esquerda, cruzou rasteiro e Cícero se esticou e, com o pé direito, empurrou a bola para o fundo da rede.

Em desvantagem, o América voltou a esboçar uma pressão. Aos dez minutos, Marcelinho cruzou da direita e Rodrigo Pimpão escorou para fora. No lance seguinte, em cobrança de escanteio, Jean Cléber cabeceou para fora, de dentro da pequena área, com Diego Cavalieri já batido no lance. Aos 18 minutos foi a vez de Jéferson chutar com perigo, sobre o gol.

Com o América mais ousado, sobrava espaço para os contra-ataques do Fluminense, que quase marcou o terceiro aos vinte minutos. Fred acionou Wágner, que cruzou para Jean, já caindo, escorar para fora. Porém, no minuto seguinte o Fluminense não desperdiçou. Fred deu um passe que furou a defesa potiguar e Conca apareceu livre para driblar o goleiro e rolar para o fundo do gol, fazendo 3 a 0.

Com o vencedor definido o jogo ficou aberto, com os times perdendo algumas chances de marcar, sempre em chutes de fora da área. Walter forçou defesa de Dida aos 33, enquanto que Jéferson fez a bola raspar a trave de Diego Cavalieri quatro minutos depois. Com os times cansados, o placar permaneceu inalterado até o fim.

O Fluminense já volta a jogar no próximo sábado, às 21h, quando recebe o Coritiba no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. No mesmo dia e horário, só que pela 15ª rodada da Série B, o América visita o Boa no Estádio Dilzon Melo, em Varginha.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-RN 0 X 3 FLUMINENSE

Local: Arena das Dunas, em Natal (RN)
Data: 6 de agosto de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Márcio Gleidson Correia Dias (PA)
Cartões amarelos: Andrezinho, Márcio Passos e Cleber (América-RN) e Elivelton e Edson (Fluminense-RJ)

GOLS:
FLUMINENSE: Cícero (aos 9’ do 1T e aos 3’ do 2T) e Conca (aos 21 minutos do 2º Tempo)

AMÉRICA-RN: Fernando Henrique (Dida), Marcelinho, Cleber, Márcio Passos e Paulo Henrique; Jean Cléber, Tiago Dutra, Val (Jéferson) e Andrezinho (Arthur Henrique); Rodrigo Pimpão e Max
Técnico: Oliveira Canindé

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Elivelton e Carlinhos (Wágner); Edson, Jean, Cícero (Rafael Sobis), Darío Conca (Walter) e Chiquinho; Fred
Técnico: Cristóvão Borges

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.